terça-feira, 5 de outubro de 2010

Reapresentação na BM



Após o término do primeiro turno das eleições, oficial da ativa, apresentei-me ontem no QG da Brigada Militar, em Porto Alegre. O Comandante Geral, coronel Trindade estava em viagem. Fui recepcionado com cavalheirismo pelo diretor administrativo, coronel Valmor.

Recebi designação para apresentar-me no Comando Regional de Polícia Ostensiva do Vale do Rio dos Sinos, em Novo Hamburgo, comandado pelo coronel Nicomedes Barros. Chegando no quartel fui bem recebido pela oficialidade e praças da Unidade, no momento de minha chegada sob o comando do tenente-coronel Gregório Dario Mendina.

Major Medina

domingo, 3 de outubro de 2010

Imprensa e o dia da eleição.





A imprensa exerce um papel fundamental no dia da eleição. Indispensável. Além do registro histórico e das informações que pulverizam os repórteres, representam os olhos e os ouvidos da população quase onipresente pelo poder espantoso dos meios de comunicação de massa.

Além de testemunhar, a imprensa exerce uma fiscalização autônoma do processo que consolida e amadurece nossa democracia. Seu trabalho deve continuar livre e independente, em quaisquer ciscunstâncias.

Aroldo Medina

Lembrança do Jornal Zero Hora.




Uma lembrança muito querida do Dia da Eleição, em que fui muito bem recebido pelo Grupo RBS e surpreendido pelo criativo presente.

Caro Aroldo Medina,

Muito obrigado por sua presença nas nossas Redações no 3 de outubro. A RBS, em especial Zero Hora, sente-se orgulhosa em recebê-lo num dia tão importante para o país e para o Rio Grande.

Esta capa especial é apenas uma pequena lembrança deste domingo da cidadania e de sua visita à Redação.

Um abraço,

Ricardo Stefanelli
Diretor de Redação de Zero Hora

A hora do voto: o grande ato da democracia.






A maior oportunidade em que o povo livre pode mudar o que considera errado no país. Ninguém deveria desperdiçar essa chance, deixando para escolher seu candidato na última hora ou mesmo escolher ele, somente porque ele é o mais conhecido ou está na frente das pesquisas.

O critério de escolha do candidato deveria ser, predominantemente, observando seu caráter, experiência e conhecimento para o exercício da função.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

São Gabriel






São Gabriel é a terra do meu pai. Lá tenho assentadas raízes profundas. Lembranças da minha infância e adolescência onde passava férias escolares e pulava carnavais.

Visitei a cidade, como candidato a governador. A receptividade de parentes e amigos é um conforto para pés descalços, calejados em uma campanha cheia de rosetas.

Levo da cidade, mais uma vez, lembranças muito queridas das visitas que fiz à "Princesa das Coxilhas", também conhecida como "Terra dos Marechais".

Guardo no coração a hospitalidade do seu Osório Santana Figueiredo, meu ilustre eleitor e mestre; do pessoal da Rádio Batovi; da Santa Casa de Misericórdia, bem conduzida pelo seu nobre provedor, o Roque; do coronel Teixeira; do pessoal das Farmácias Mais Econômica; do Banrisul; do Sindilojas; do sindicato dos bancários; dos meus familiares e tantos outros amigos.

Que Deus abençoe a todos, com vida longa, saúde e paz.

Aroldo Medina