sexta-feira, 30 de junho de 2017

Freeway: BR 290 trecho Porto Alegre - Osório.

Melhor rodovia gaúcha. Foto: Felipe Vieira.

Ouvindo o noticiário hoje, tomei conhecimento de que a concessão da administração privada da rodovia BR 290, no trecho Porto Alegre até Osório (RS), para a empresa TRIUNFO CONCEPA, esta terminando. Utilizo esta rodovia, frequentemente, nos últimos 20 anos.

Esta estrada foi inaugurada, em 1973 e passou a ser administrada pela CONCEPA, em 1997. Desde que assumiu a administração, a estrada sempre passou por melhorias constantes. É notória a qualidade da manutenção e as benfeitorias feitas neste trecho da rodovia, nas duas décadas de administração da CONCEPA.

Se fizermos uma viagem na memória dos nossos deslocamentos pela Freeway, vamos lembrar a euforia que foi dirigir legalmente, a mais de 80 Km por hora. Estrada boa, dá para andar um pouquinho mais rápido. As pistas foram sendo ampliadas, o asfalto recapado com qualidade, ótima sinalização, construção de viadutos, acessos, refúgios e divisórias centrais, instalação de câmeras de video monitoramento e iluminação para melhorar a segurança, serviços de emergência, ambulância e guincho, socorro mecânico, vários guichês de cobrança de tarifa funcionando para diminuição das indefectíveis filas, etc.

A bem da verdade, não conheço consórcio empresarial no Rio Grande do Sul que administre uma rodovia, com tanta seriedade, comprometimento com a missão e profissionalismo. Esta comprovação é baseada na excelência e durabilidade das obras que, permanentemente, são feitas nesta estrada, a olhos vistos de quem se desloca por ela.

O fluxo de veículos nela é intenso. Já pararam para pensar quantas vidas humanas foram salvas pelas melhorias que a Freeway passou nestes últimos vinte anos? Atrevo-me a estimar em dezenas. Talves, centenas. Vale cada centavo que pagamos no pedágio que sempre esteve entre as tarifas mais baixas, quando comparamos com outras praças de pedágio.

É claro que o ideal era não pagarmos pedágio, mas com os desgovernos que temos, gastando sempre mais do que arrecadam e, nos sobrecarregando de impostos, dou o braço a torcer e, prefiro pagar um pedágio razoável para trafegar com mais segurança. E este dinheiro que pagamos para a CONCEPA, sempre foi muito bem investido na própria rodovia, fazendo jus, a empresa, ao lucro pelo seu trabalho com qualidade exemplar, gerando dezenas de empregos.

Preocupa-me o término desse contrato, pois, podemos ficar sem a CONCEPA, principalmente porque nessas horas em que o Governo deveria mostrar mais boa vontade e empenho, na renovação de um contrato de sucesso, faz-se de morto, jogando para a torcida, demagógicas propostas de redução de tarifas. Como se fosse possível a uma empresa idônea e que deve pagar seus impostos em dia, baixar seus custos no grito, especialmente no conturbado momento econômico que vivemos.

Aroldo Medina

Acesso a Porto Alegre via Freeway