quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Manuscrito irmã Isaura.

 As páginas que seguem foram escritas pela missionária Isaura Lima Lopes. É uma mensagem dirigida aos familiares das vítimas da boate Kiss. É um estudo concebido dentro de uma doutrina cristã, baseada na bíblia.

Irmã Isaura é uma teóloga leiga. Estuda a bíblia há 50 anos. Segue seus ensinamentos naturalmente. É uma obreira abnegada de Jesus que atua de forma independente. Não faz parte de nenhuma congregação religiosa.






















quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Irmã Isaura Lopes esta em Porto Alegre.

Isaura Lima Lopes, a pernambucana de 75 anos de idade, conhecida como a missionária nº 1 dos aeroportos do Brasil, esta em Porto Alegre, desde ontem a tarde quando chegou de Brasília (DF). É uma teóloga leiga, pois, estuda há 50 anos a palavra de Deus, através da bíblia e de outros livros de estudo da espiritualidade. Cita como exemplo, a obra "Conflito dos Séculos", de Ellen White. Veio, especialmente, prestar sua solidariedade as famílias das vítimas da Boate Kiss.

Vestida com sua simplicidade tradicional, Isaura segue em sua jornada de evangelização, solitariamente, no saguão do aeroporto onde circulam centenas de pessoas, todos os dias. Sua fé em Cristo a fortalece e impulsiona para frente. Generosa, quer compartilhar seu conhecimento da vida e sua energia espiritual para confortar todos os que sofreram e ainda sofrem com a tragédia de Santa Maria (RS).

Isaura ocupa uma mesa, no terceiro piso do Salgado Filho, na praça de alimentação, onde mantém seus livros sagrados e papéis bem organizados, esperando a visita dos verdadeiros amigos de Jesus.

A obreira de Cristo não ouve. Para se comunicar com ela, o visitante precisa pegar uma das folhas de ofício sempre disponíveis no escritório volante da missionária e escrever o que pretende dizer ou perguntar.

Isaura fica até o final do dia 01 de março, na capital dos gaúchos. Embarca dia 02/03, às 05:56 horas, no vôo 6319, da Avianca, rumo a Brasília (DF), com escala em Florianópolis (SC). Dia 05 de março viaja para Porto Velho, em Rondônia.

Aroldo Medina

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Peregrina quer confortar familiares das vítimas do incêndio da Boate Kiss.




Isaura Lima Lopes, pernambucana, 75 anos de idade, ficou conhecida dos gaúchos, após reportagem do Grupo RBS, veiculada em 23 de outubro de 2012. Devota de Jesus, ela faz uma jornada cristã exclusiva nos aeroportos brasileiros há 20 anos.

Irmã Isaura esta chegando hoje, em Porto Alegre, a uma da tarde. Ela desembarca do seu voo, no Saldado Filho, vinda de Brasília (DF), onde chegou ontem de São Luis (MA).

Vem especialmente prestar a sua solidariedade a amigos e familiares das vítimas da tragédia que amanhã completa 30 dias, ocorrida na Boate Kiss, em Santa Maria (RS).

Irmã Isaura pediu-me a gentileza de divulgar sua nova visita ao RS, com o firme propósito de confortar e orar pelos familiares dos jovens mortos no incêndio pavoroso.

Isaura fica três dias em Porto Alegre e pode ser encontrada no piso superior do Aeroporto Internacional Salgado Filho, junto a praça de alimentação.

Foto: Jean Schwarz, Agência RBS.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Projeto de lei no RS quer extinguir exame psicotécnico dentro da Brigada Militar.

O soldado Luis Rodrigo Bialoso, 29 anos, 7 anos de BM, formado em direito pela UNISINOS, entrou na sala onde trabalho, nesta tarde, no 2º CRB (Comando Regional de Bombeiros), em São Leopoldo. Depois de apresentar-se de maneira protocolar e, despachar o assunto que lhe trouxe ao recinto, pedi que ficasse mais um instante, para lhe fazer uma pergunta.

Perguntei: "- Por que o senhor acha que o candidato brigadiano deve fazer exame psicotécnico para ascensão na carreira?" O Rodrigo refletiu um instante e respondeu: "- Três pontos elementares me ocorrem, major. O Primeiro: o exame vai atestar a segurança emocional e a aptidão profissional do candidato para o exercício da nova função. Segundo: o exame representa um pêndulo de equilíbrio para segurança da sociedade e, terceiro, porque é uma espécie de filtro de aplicação do melhor perfil para a função almejada".

Continuando minha enquete, liguei para o Darlan. Tenente-coronel Darlan da Silva Adriano, meu colega de turma e amigo. Coloquei o oficial a par do projeto de lei 298/2012, de iniciativa do deputado estadual Miki Breier (PSB).

Após ouvir meu relato, com atenção, ele sentenciou didaticamente: "- Medina! Na BM, como tu sabes, tem dois planos bem distintos de carreira de Estado, um de nível superior (capitão, major, tenente-coronel e coronel) e outro de nível médio (soldado, 2º sargento, 1º sargento e 1º tenente). No nível superior o perfil é de gerenciamento da corporação e, no nível médio, o perfil é de execução das atividades de polícia ostensiva e bombeiro militar. Quando o camarada é praça e deseja mudar de nível na carreira PM, ele presta um novo concurso público. Se for aprovado ele é licenciado do nível que ocupava antes e reincluído no nível superior. A lei neste aspecto é muito clara, lógica e inteligente".

Falaram com precisão, os próceres brigadianos entrevistados.

Major Aroldo Medina.

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Assunto de caserna: explosivo!

Hoje, no quartel, fui questionado por um grupo de praças: "- Major! O que o senhor acha do projeto (PL 298/2012) do deputado MIKI BREIER de abolir o exame psicotécnico para capitão da BM?" Só pode ser brincadeira, respondi. "- Não é". Respondeu o soldado, formado em direito.

Ai eu engasguei! "- Tá falando sério! Mesmo?" Retruquei. "- Sim." Disse o soldado. "- Qual é a justificativa?" Perguntei. "- É para quem já esta na BM". Refleti e emendei: "Olha! Se me pedirem para fazer um novo exame psicológico amanhã, eu faço. Qual o problema de fazer psicotécnico para ascender na carreira? Eu não concordo com esse projeto. O deputado está mal informado sobre o assunto. Provavelmente esteja sendo induzido por interesses particulares".

Os praças se olharam e arremataram: "- Imagina o sargento "X" capitão da BM, sem psicotécnico". "- Tá louco!" Retrucou um sargento. "- E o "beltrano". "- Pior ainda! Ele já rodou cinco vezes no teste psicológico. Como vão querer que um cara desses seja oficial. É o fim da Brigada." Sentenciou o veterano.

Em tempo: um aluno soldado pediu licença e entrou na sala. Olhei para ele e perguntei: "O senhor gostaria de ser capitão da Brigada". Sem titubear, respondeu: "Sim. Major." E o que o senhor acha do exame psicotécnico para subir na carreira? Pensou e disparou: "- Eu concordo, major". Preciso escrever mais alguma coisa?

O projeto esta na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da ALE-RS e aguarda parecer do deputado JOÃO FISCHER.

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

UPA 24 horas Canoas: Hugo Simões Lagranha.

"Muito bom o atendimento". Assim definiu minha mãe, Nilva de Wallau Medina, 77 anos, o trabalho da equipe médica, enfermeiros e funcionários do quadro geral da Unidade de Pronto Atendimento Hugo Simões Lagranha, localizada na rua Cairu, esquina com a rua Engenheiro Chang, no bairro Rio Branco, em Canoas, onde entrou hoje as 17 horas e saiu por volta das 21 horas, depois de passar por mais uma crise de falta de ar.

Minha mãe fumou dos 18 aos 70 anos. Agrediu seu sistema respiratório e, principalmente seus pulmões com a fumaça do cigarro, durante meio século. Como sequela tem enfisema pulmonar. Parou de fumar há 7 anos, depois de ficar baixada, no HPS de Canoas, durante quase 30 dias, quando foi diagnosticado colapso no seu sistema respiratório. Arrepende-se até seu último fio de cabelo de um dia ter fumado.

A UPA Hugo Simões Lagranha tem atendimento 24 horas. Sua denominação faz jus e honra ao caráter do prócer prefeito de saudosa memória. O prédio é novo e bem mobiliado. O ambiente interno é decorado com bom gosto e dá impressão de hospital particular de primeira linha.

Conversando com a equipe médica, após o atendimento da mãe, soube que há plano de redução de um médico, no atendimento da população que procura a UPA HSL. Atualmente são cinco médicos: três para o atendimento de adultos e dois para crianças. Um médico do atendimento de adultos esta para ser retirado. Vou propor ao prefeito Jairo Jorge que mantenha os cinco médicos, pois, a redução de um único médico, resulta em mais tempo na fila de espera e menos tempo que cada médico que fica no quadro dispensa a cada paciente. É matemática pura.

O rol de entrada do prédio pode agregar um sistema eletrônico de fornecimento de senhas, para atendimento das pessoas quando chegam a UPA (etapa de identificação e cadastramento). Este modelo de fornecimento de senhas já é adotado nos principais bancos e também em agências centrais da ECT (Empresa de Correios e Telégrafos), com dispositivo de prioridade para idosos e crianças de colo.

Um dos seguranças na UPA mostrou desconhecimento do artigo 16 da Lei 10.741 de 1º de outubro de 2003, popularmente conhecida como Estatuto do Idoso: "Ao idoso internado ou em observação é assegurado o direito a acompanhante, devendo o órgão de saúde proporcionar as condições adequadas para sua permanência em tempo integral, segundo critério médico".

Aroldo Medina

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Irmã Isaura volta a Porto Alegre.

Recebi nova ligação da irmã Isaura Lima Lopes, hoje, através da sua grande rede de amigos no Brasil. Fui informado que ela estava no Aeroporto Internacional Marechal Hugo da Cunha Machado, também conhecido como aeroporto do Tirirical, na cidade de São Luís, Estado do Maranhão e, desejava falar comigo. Como estava na estrada, marquei um horário para falarmos mais tarde.

Há poucos instantes liguei para a base da Polícia Federal (98 3245-1515), no principal aeroporto maranhense, onde estava a irmã Isaura, aguardando minha ligação. A agente Maria Aparecida foi interlocutora da conversa, pois, a missionária Isaura, não ouve.

Irmã Isaura estava ansiosa para falar. Continua preocupada com os gaúchos, depois da tragédia de Santa Maria (RS), dia 27 de janeiro do corrente ano. Tem orado muito pelos familiares dos jovens que morreram no desastre da Boate Kiss. Ora todos os dias pela vida de todos nós. Orou comigo, no telefone.

E, enquanto vamos vivendo, trabalhando, nos divertindo, curtindo e descansando, a irmã Isaura continua orando por todos nós, muitas vezes, solitariamente, nos aeroportos, ano após ano, nos últimos 20 anos, todos os dias, todas as horas e todos os minutos livres, para salvar vidas no plano espiritual.

A reza da irmã Isaura é forte, pois, seu coração é puro e inocente. A oração da irmã Isaura ecoa nos céus, pois, tem uma fé inabalável em Jesus Cristo. A oração da irmã Isaura nos comove porque é abnegada e determinada em nos salvar do materialismo que nos domina. Suas conversas com Deus vão além da nossa vã compreensão, pois, ainda estamos muito aprisionados aos nossos sentidos físicos. Para os que creem, uma palavra de irmã Isaura, sempre vestida de simplicidade, tem mais força espiritual do que a eloquência dos oradores mais habilidosos que pregam a palavra de Deus, sem arrebatamento de alma sincera.

Irmã Isaura volta ao RS, no final deste mês. Dias 26, 27 e 28 de fevereiro de 2013, estará no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, para receber familiares das vítimas da Boate Kiss que quiserem falar com a missionária e também serem confortados com a palavra de Deus que povoa todo coração de Isaura.

Aroldo Medina

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Cultura do descaso. Nilson Mariano, ZH Dominical.

"Abdicar do exercício da cidadania é compactuar com a negligência, o desapego à lei, a corrupção. É estimular a burla dos gananciosos que descumprem normas na busca do lucro fácil, como forrar a boate com uma espuma barata e de baixa qualidade, que expele fumaça venenosa se pegar fogo".





















"... especialistas consultados por ZH apontam que falta atitude ao brasileiro".

sábado, 2 de fevereiro de 2013

Rosane de Oliveira, científica em sua coluna da página 10 do jornal Zero Hora de hoje, sobre a atuação dos primeiros bombeiros a chegarem no local da tragédia de Santa Maria, em contraponto a posição de Jader Marques.

O jornal Zero Hora segue, diariamente, fazendo grande cobertura jornalística sobre o incêndio da boate Kiss. Indispensável a leitura para todo cidadão que almeja compreender as origens e as consequências da tragédia.