segunda-feira, 30 de junho de 2014

Eleições de 2014 no Rio Grande do Sul.

Participei ontem das convenções do PMDB e do PSD, na Assembléia Legislativa do Estado do RS, em Porto Alegre. Deus ilumine nosso caminho. Alea jacta est!

Aroldo Medina

terça-feira, 24 de junho de 2014

Memórias da Defesa Civil Gaúcha

Defesa Civil do Estado do RS. Organizando uns arquivos de memórias, reencontrei estas fotos do período que tive o privilégio de trabalhar na Defesa Civil (2003-2006), a convite do governador Germano Rigotto.

Foram incontáveis missões e diligências respondendo presente onde a população gaúcha era atingida ou ameaçada por desastres naturais. Ao lado de outros próceres membros da Brigada enfrentamos vendavais e ciclones como o de Torres, em 28/03/2004, com ventos de 150 km/h que deixaram um rastro de destruição.

Em nosso caminho ainda encontramos uma longa estiagem que causou prejuízos sociais e econômicos devastadores. Escorregamento de morro em Itati, tempestades e até tremores de terra em Nova Prata, em 2005, investigação da qual fui encarregado. 



Nos casos mais intrincados, eu apelava pela ajuda das universidades. Assim bati na porta da UFRGS e da USP quando fui a Nova Prata. A equipe de Defesa Civil sempre se agigantou no socorro que fomos prestar, quando perfilaram-se ao nosso lado professores das grandes universidades. Não menos importantes também foram técnicos da EMATER e membros das Forças Armadas e do Corpo de Bombeiros que respondiam presente ao nosso lado, em todas as situações em que a comunidade clamava por socorro organizado com resposta rápida e eficiente.

E, entre outras realizações, redigimos o decreto estadual 42.446 de 18/09/2003 que instituiu o primeiro uniforme oficial de Defesa Civil no Brasil e, ainda criamos, com ajuda da PROCERGS e do soldado Alexandre dos Santos Willand, um banco de dados "on line" sobre desastres naturais que ao final de 4 anos foi considerado pelo INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), o mais avançado do Brasil.

Ao final do trabalho que realizamos a testa da Defesa Civil de nosso Estado, concluímos a missão com a certeza do bem realizado e do dever cumprido.

Major Aroldo Medina
Chefe da Divisão Administrativa do Departamento de Saúde e do Serviço de Assistência Social da BM





sábado, 21 de junho de 2014

Em prol da segurança pública.

Estive reunido ontem com o professor Wambert Gomes Di Lorenzo I que convidou a mim e ao coronel Marco Dangui Pinheiro (ex-candidato a vice-prefeito de Porto Alegre) para tratar e melhor entender as demandas políticas da Brigada Militar e das Forças Armadas, com o objetivo de planejar ações comuns, em defesa destas duas Instituições, fundamentais para manutenção da ordem social.

Aroldo Medina

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Mais ética na política.

Participei de um encontro com o presidente do PSD no RS, José Paulo Cairoli, ex-presidente da FEDERASUL, promovido pelo professor Wambert Di Lorenzo. Em clima de cordialidade e comunhão de ideais, conversamos, naturalmente, sobre política, com ética. 

O PSD já firmou aliança com José Ivo Sartori e indicou Cairoli para compor a chapa majoritária.

Aroldo Medina

quinta-feira, 19 de junho de 2014

PV projeta eleição de deputado estadual no RS.

Tomei o café da manhã de hoje, com o vereador Marcio Souza, presidente estadual do Partido Verde no RS. O encontro foi no Mount Café Carrefour, no centro de Gravataí.

O Márcio liderou um movimento, junto com outros verdes gaúchos, para eucompor a nominata do partido, como candidato a deputado estadual, no pleito deste ano. A ideia me agradou, pois, além de aprovar o projeto de cuidarmos melhor de nosso planeta, o Márcio mostrou o histórico crescente de votação do PV no RS, nas últimas eleições para deputado estadual.

Em tese, o PV deve atingir o coeficiente eleitoral necessário para eleger um deputado estadual nesta eleição. É necessário que o PV faça 110 mil votos, somando os votos dos seus candidatos, mais os votos na legenda. Como o candidato do PV mais votado na eleição passada para deputado estadual fez nove mil e setecentos votos, em teoria, o candidato que fizer acima disso, no pleito de 2014, esta concorrendo a vaga.

Depois de refletir muito sobre o convite, não pude aceitá-lo, pois, já havia declarado aqui meu apoio a José Ivo Sartori e o PV decide, nas próximas horas, entre Ana Amélia Lemos e Vieira da Cunha, duas pessoas de grande respeitabilidade em nossa sociedade pelo seu currículo profissional e integridade.

Desejo boa sorte, com força e honra ao Márcio, para mim um líder nato e pessoa de confiança e, a todos os verdes gaúchos, na campanha que se avizinha. Almejo que alcancem sua meta de eleger um deputado estadual. Tem pessoas qualificadas em seus quadros e defendem com muita galhardia e legitimidade um planeta mais limpo para se viver.


Aroldo Medina

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Juventude brigadiana.

Encontrei no Café Rua da Praia, no centro de Porto Alegre, com um grupo de jovens soldados da Brigada Militar, esteio de nossa corporação. Homens de bem e de bons costumes. Trabalhadores no Departamento de Informática, Eliel Lanes dos Santos, Diego Centofante (meu ex-aluno) e Samuel Francisco da Silva dedicam-se, diariamente, ao lado de outros próceres militares, ao aperfeiçoamento de nosso sistema de comunicações digital.

Aroldo Medina

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Wambert Di Lorenzo

Acolhi convite do professor universitário e advogado Wambert Gomes Di Lorenzo I e visitei-o em seu escritório no Centro de Porto Alegre, onde encontrei o amigo Elomar, ativista do Movimento Verde Amarelo. O encontro foi agradável, caracterizado por um clima de grande cordialidade.

Aroldo Medina

terça-feira, 10 de junho de 2014

Torcida brasileira politizada. Copa 2014.

Um colega de trabalho comentou que um amigo dele havia "investido pesado" na compra de souvenirs brasileiros (camisetas, canetas, chaveiros, bandeirinhas, etc) para revender na Copa. O amigo esta apavorado, com tudo "encalhado".

Outro colega entrou na conversa e disse que a rede de postos Ipiranga havia lançado uma promoção em que o cliente abastecia um número "x" de litros e "ganhava" uma bandeirinha do Brasil, pagando mais dez reais. Com o fracasso das vendas nesta promoção, os postos estariam agora dando as bandeirinhas de graça.

Semana passada visitei um colégio do ensino médio e vi uma camiseta da seleção brasileira exposta na secretaria, com uma plaquinha: "R$ 2,00 o número. Comissão de formatura do 3º ano". Puxei dez reais e pedi cinco números para colaborar com os formandos. A menina da secretaria me olhou com surpresa e ligou com entusiasmo para uma aluna do 3º ano que veio correndo e, eufórica anotou cinco números para mim, em uma folha de controle de vendas, praticamente em branco.

A esperança é a última que morre. Há previsão de mais de 30 mil argentinos e outros tantos mil turistas vindo para o Brasil. Vai que eles compram nossas lembrancinhas!!!


Aroldo Medina

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Unificado: curso pré-vestibular.

Estou me sentindo, especialmente, feliz hoje, como costumo ler nas redes sociais, as pessoas compartilhando sua felicidade, o que acho muito bom, em função das boas energias que sentimentos mais altivos, costumam emanar na atmosfera espiritual de nosso planeta.

O motivo: matriculei minha filha Natália Medina no curso pré-vestibular do Unificado, com foco na UFRGS e no ENEM deste ano. A Natália quer ser médica veterinária. Queria ter feito a matrícula antes, mas meu orçamento não permitiu.

Gostei do ambiente do Unificado instalado no Shopping Canoas, onde fomos muito bem atendidos por Eduarda Nunes. Na ocasião da matrícula também tivemos a grata satisfação de conhecer a diretora do Unificado, Maria Da Graça que de forma muito gentil e acolhedora, proporcionou a mim e a Natália um clima familiar. A diretora nos informou que o Unificado esta de portas abertas para acolher novos alunos e que esta com um programa especial de mensalidades mais acessíveis. Vale a pena conferir.


Aroldo Medina

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Bombeiros do RS são emancipados.

Nossa Assembléia Legislativa, aprovou nas últimas 24 horas, emenda constitucional de emancipação do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Sul. 44 deputados votaram a favor.

Toda bancada do PMDB, sem exceção, compareceu na sessão histórica e votou a favor e, a maioria da bancada do PP, igualmente, votou pela emancipação. Assim o fizeram também PDT, PSB, PSDB, PTB, PRB, PPS, DEM, PC do B e SDD. Naturalmente, o PT votou a favor. O mérito do resultado é, exclusivamente, da Assembléia Legislativa do Estado do RS.

Quando o governo do Estado encaminhou este projeto fiz contato por escrito, com a bancada do PMDB e do PP, enviando igual expediente a senadora Ana Amélia Lemos, propondo que a emancipação fosse APROVADA e, publiquei aqui minha posição sobre o tema.

O deputado Edson Brum foi o primeiro parlamentar a me responder, dizendo que acolhia meu parecer e que votaria a favor da emancipação. Depois conversei com o deputado Márcio Biolchi, como líder da bancada do PMDB, pedindo seu apoio e de toda bancada. Prontamente, o deputado garantiu-me que o PMDB apoiaria, coeso e unanime, esta posição, em respeito aos heróis de combate ao fogo. Homens de palavra, compareceram no plenário e, votaram pela emancipação.

O Governo Tarso Genro só encaminhou a emenda, por temer sua derrota no próximo pleito eleitoral.

Perfilo-me e presto minha continência mais garbosa e sincera aos bravos combatentes do emancipado Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Sul e, cumprimento fraternalmente todos os deputados que de coração aprovaram o projeto.

Deus abençoe a todos. Força e honra!


Major Aroldo Medina

A votação dos deputados: