sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Brigada Militar: polivalente.

"Prefeitura pedirá apoio a PMs para atuarem como motoristas de ônibus em Porto Alegre" foi o título da chamada da reportagem publicada hoje emhttp://zerohora.clicrbs.com.br/rs/geral/transito/noticia/2014/01/prefeitura-pedira-apoio-a-pms-para-atuarem-como-motoristas-de-onibus-em-porto-alegre-4405743.html

Ao longo do dia presenciei algumas pessoas estranhando a Brigada ser cogitada para dirigir os ônibus, em função da greve dos rodoviários que agita a capital. Não precisei ir muito longe para descobrir um PM que dirigiu ônibus em Porto Alegre, no final dos anos 80, em outra greve.

"Foi uma experiência e tanto. Eu era soldado. Tinha 28 anos, se não me falha a memória. O caminhão do Choque pegava a galera no 9º e no 1º BPM e, levava na Carris. Entravamos em fila para pegar os ônibus. Na saída, o largador botava uma placa no ônibus, com a linha que devíamos fazer. Eu peguei Glória/Embratel. Não tinha horário para largar. O ônibus lotava. Tremi a perna no lombão da Oscar Pereira. Torci para ninguém tocar a campainha. No meio da lomba, a campainha tocou... Superei! Parei e arranquei, sem deixar o ônibus ir para trás. Trabalhei dois dias. Foi muito bom. Gostei! Não houve incidentes. Nenhum apedrejamento. Era outra época". Relembrou o 2º sargento RR, CVMI no Departamento de Saúde da BM, Sérgio Eberhardt Sparremberger, 55 anos de idade, 31 anos de BM, onde ingressou em 08 de abril de 1983.

A Brigada é multi uso mesmo, como escrevi em meu artigohttp://obrigadiano.blogspot.com.br/2011/05/brigada-e-geni.html 


Aroldo Medina


Foto: PATRES, Porto Alegre (RS), 1998. Patrulhas Tático Especiais do Batalhão de Polícia de Choque da Brigada Militar.

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Jair Machado deixa o PRP.

Recebi, hoje, um e-mail do meu estimado amigo Jair Machado, presidente do PRP, em Novo Hamburgo, solicitando o seu desligamento do partido. A mensagem foi dirigida a mim, ao coronel Sparta e ao Mauro Cattelan.

O Jair entrou no PRP a meu convite, em 2011 e, concorreu a vereador em 2012, por minha insistência. Conheci o professor Jair enquanto ele dava aulas de danças gaúchas, em NH. Fui seu aluno. Conquistou o meu respeito e admiração pela sua postura, seriedade, caráter, educação e cultura.

A saída do Jair do cenário político, representa, mais uma vez, o afastamento de um homem de bem que teria sido um excelente representante dos seus eleitores. Nós perdemos, mas quem perde mais é a sociedade.

Aroldo Medina

sábado, 25 de janeiro de 2014

Departamento de Saúde da BM.

Estou muito satisfeito e agradecido ao Comando da BM, por me oportunizar mais um grande aprendizado em minha carreira militar, ao me designar para trabalhar no Departamento de Saúde da corporação.

O ambiente de trabalho no DS é excelente. O pessoal é bastante atencioso e zeloso no cumprimento das tarefas diárias. Esta semana que passou, dediquei, integralmente, a elaboração de um processo para compra de ambulâncias destinadas ao próprio DS e, aos hospitais da Brigada em Porto Alegre e Santa Maria.

Precisamos urgentemente, de novas ambulâncias, tipo "D" de suporte avançado (UTI Móvel) e tipo "B" de suporte básico, para transportamos com maior conforto e segurança nossos pacientes e, cumprirmos dispositivos da Portaria nº 2048 de 05 de novembro de 2002, do Ministério da Saúde e a resolução nº 1671/2003 do Conselho Federal de Medicina. 

Aroldo Medina


sábado, 18 de janeiro de 2014

PRP muda de direção no RS.

PRP. Neste final de semana fui a Caxias do Sul participar de uma reunião do partido, para a escolha de uma nova comissão executiva estadual. O encontro foi motivado pela renúncia do coronel Sérgio Sparta a presidência do PRP, no RS.

O coronel Sparta renunciou após a Executiva Nacional impor a pré-candidatura ao senado de Rubens Goldenberg que na reunião de Caxias, usou poder econômico para influenciar a constituição da nova chapa eleita.

Estes fatos, associados a reportagem que assisti no Fantástico, hoje, sobre a denúncia de pedofilia, envolvendo o prefeito de Coari (AM), Adail Pinheiro (PRP), levam-me a reavaliar minha participação no partido. Espero que o presidente nacional do PRP, Ovasco Resende, abra, imediatamente, processo de investigação sobre a conduta do prefeito peerrepista.

Vou acompanhar a postura do partido no Estado e no Brasil, nos próximos dias, para tomar uma decisão em março do corrente ano, se continuo ou não no PRP.


Aroldo Medina

sábado, 11 de janeiro de 2014

Departamento de Saúde da Brigada Militar.

Apresentei-me no Departamento de Saúde da BM, nesta semana, meu novo local de trabalho, em Porto Alegre, onde assumi a chefia administrativa do DS e do SAS (Serviço de Assistência Social). Fui muito bem recebido por todos. 

O diretor, coronel Jorge Omar Lopes da Silveira foi um extraordinário cavalheiro, em minha recepção. Os oficiais médicos, como os majores Maino e Régis, entre outros, igualmente foram excelentes anfitriões. Entre os praças, reencontrei vários colegas com os quais servi nas principais unidades operacionais (1º, 9º e 11º BPM), onde trabalhei no início de minha carreira na BM, nos anos 90.

Na Ajudância Geral, comandada pelo tenente-coronel Damásio, excelente chefe, onde servi anteriormente, deixei novos estimados amigos e só boas lembranças pelo ótimo ambiente de trabalho vivido.


Major Aroldo Medina