terça-feira, 25 de dezembro de 2012

O nascimento de Jesus.

Desejo a todos meus amigos e amigas que frequentam esta página, um Feliz Natal, com muita saúde e paz. Longos anos de vida, com prosperidade, em harmonia consigo mesmo, com familiares e amigos. Que Deus e seu filho Jesus, nosso querido irmão possam estar sempre vivos em nossos corações, nos abençoando e protegendo.

Aroldo Medina

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Fim do Mundo!

O que o destino nos reserva nas próximas 72 horas? É difícil prever. Porém, não creio que o Mundo vá mesmo acabar de repente. É possível vivenciarmos algum desastre natural ou talvez vários, mas nenhum será maior do que os fantasmas criados pela mente do próprio homem, com capacidade de gerar o fim do mundo para o indivíduo que crê nas aparições do realismo fantástico.

Mas, por via das dúvidas, é sempre bom estar preparado. Ontem, passei na loja de Caça e Pesca do meu amigo Márcio, no Centro Comercial de Canoas onde fiz umas "comprinhas"... Hi! hi! hi! Coisas básicas: umas linhas de pesca, anzóis e, uma faca... Sim! Uma faca. Não é qualquer faca... É uma faca da IMBEL, modelo  AMZ. Sua lâmina é uma das mais duras da Terra, segundo o Márcio. Pode vir, "Fim do Mundo!" Estou preparado!


"No creo en brujas, pero que las hay, las hay..."

Aroldo Medina

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Brigas entre torcidas organizadas.

Depois de presenciar uma briga entre torcidas organizadas do Grêmio, na inauguração da Arena, ao término do jogo, conversei com colegas da BM que estavam de serviço no local, para saber mais detalhes sobre o conflito entre os torcedores.

Apurei o seguinte diagnóstico: a Geral do Grêmio é pródiga em causar confusões. Recebe um tratamento diferenciado da direção do Grêmio que lhe dá dinheiro e fornece ingressos gratuitamente, em número muito maior do que fornece para outras torcidas organizadas do clube, com menor número de torcedores, porém mais ordeiros e pacíficos.

Os "gafanhotos", como também são conhecidos os torcedores da Geral,  quando viajam em bandos para outros lugares fora de Porto Alegre, alguns de seus integrantes protagonizam condutas que afrontam as leis. Muitos de seus membros são fregueses das delegacias que frequentam conduzidos por policiais.

Sugestão: a nova diretoria eleita do Grêmio pode rever o crédito que dá a sua Geral e as torcidas com histórico semelhante. Igualmente, pode repensar a ocupação do espaço na Arena, pelas suas torcidas organizadas, sem misturá-las. Por exemplo, Geral e Máfia não podem estar juntas. Disseram-me que no Olímpico estas torcidas ficavam sempre separadas.

Aroldo Medina

Geral do Grêmio: tumulto na inauguração da Arena.

No intervalo entre o primeiro e o segundo tempo do jogo entre o Grêmio e o Hamburgo, sábado, dia 08 de dezembro, tive minha atenção despertada na Arena quando uma multidão passou a gritar em coro, dentro do estádio, uma frase que entrou nos meus ouvidos, mas achei que não havia compreendido direito. Prestei mais atenção e não tive dúvida, a maioria da torcida gremista gritava: "- Ei! Geral! Vai toma no cú".

Perscrutei o local a procura do motivo daquela manifestação. Meus olhos encontraram a Brigada entrando no espaço destinado as torcidas organizadas que brigavam entre si. Ajustei o foco da máquina fotográfica e disparei. Mas a foto não ficou muito nítida, em função da distancia que eu estava do tumulto. Estava sentado no lado oposto da Geral da nova Arena do Grêmio.

Na medida em que a Brigada Militar atuava reprimindo e dividindo os torcedores da Geral que brigavam entre si, o restante do estádio aplaudia a ação da PM. Fiquei muito surpreso com esta manifestação de apoio a Brigada. E, mais uma vez, a maioria dos torcedores gremistas no estádio, em coro, mandaram a Geral tomar "naquele lugar" de novo.

No final das contas a Brigada foi aplaudida três vezes. A grande maioria da torcida gremista deixou bem claro que não é da confusão e não aprova tumulto dentro do estádio. Manifestou-se a favor da ordem pública e da corporação que guarda pela sua segurança. A maioria da torcida gremista mostrou que não é feita de baderneiros. E, sim constituída de torcedores civilizados. É formada por famílias que na inauguração da Arena eram vistas por todo lugar. Pais acompanhados dos filhos e filhos acompanhando os pais.

Aroldo Medina

Nota 1: pesquisando na Internet uma imagem da Geral, encontrei a foto que decora a postagem e serve como uma "luva" para ilustrar o animus desta torcida que deixa bem claro seu "caráter", no conteúdo das faixas que moldam seu corpo coletivo.

Nota 2: a Geral pode colocar mais este fiasco no seu currículo de confusões. A história de inauguração da Arena não precisava desta mancha.




domingo, 9 de dezembro de 2012

Arena do Grêmio: inauguração espetacular.

Quem foi na Arena ontem, testemunhou um show magnífico, iniciado às 21 horas,  na inauguração do novo estádio do Grêmio. Sessenta mil pessoas estavam confortavelmente acomodadas na obra monumental. A energia humana no local era fantástica. O sistema de som dentro do estádio era perfeito, bem equalizado e forte, sem perturbar os tímpanos do torcedor. O jogo de luzes lembrava os efeitos especiais do Circo de Soleil.

Os torcedores estavam, visivelmente, extasiados com a obra. Pareciam flutuar na imaginação, se perguntando se tudo aquilo era real. Bem acordados, não havia dúvida de que tudo aquilo era de verdade mesmo. Muitos choravam de emoção. Um torcedor perto de mim, eufórico, ligou para a mãe e disse: "- Mãe! Isso aqui tá demais. Já chorei cinco vezes. Tu tinha que estar aqui comigo..."

A apresentação da banda do Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha de Guerra do Brasil foi extraordinária. De muito bom gosto a escolha destes músicos de alto gabarito marcial, para executar com pompa e glória o hino nacional brasileiro e o hino riograndense. Só de escrever, um arrepio de emoção percorre minha espinha e se espalha pelo resto do corpo. Imagina lá então como nos sentíamos. Gaúchos patriotas e gremistas, com muito orgulho no coração.

É impressionante com o homem é capaz de realizar quando esta motivado por uma nobre causa. No ápice da glória na inauguração da Arena olímpica e monumental do Grêmio, senti a presença de Deus no lugar. Sim. Deus estava lá. Deus esta sempre onde os homens se reúnem em paz, para confraternizar e, basta um que o convoque em seu coração para estar presente, Ele responde iluminando nossa alma, instantaneamente, com o calor do seu amor. Ele estava lá e vestia a camiseta do planeta Terra que é lá do céu azul como o mar.

Viva o Grêmio! Viva o Rio Grande do Sul! Viva o Brasil! Viva a todos os povos da terra. Que possam confraternizar cada vez mais através do esporte que semeia a paz, sem rancor e ódio de torcidas fanáticas.

Aroldo Medina

sábado, 8 de dezembro de 2012

ARENA DO GRÊMIO INAUGURA HOJE.

Arena do Grêmio inaugura hoje, com festa digna dos cidadãos da Atenas gaúcha. Milhares de gremistas e até mesmo de colorados mais curiosos e corajosos, vão lotar o mais novo e moderno estádio de futebol da América Latina, segundo seus idealizadores e construtores.

Quatro vezes maior do que o estádio Olímpico que já deixa saudades, a nova Arena nasce com um grande espetáculo que vai gravar seu DNA, em todas as partes do globo ocular dos gremistas que estarão lá para testemunhar a façanha.

Mas o órgão que mais será exigido dos gremistas no dia de hoje, não serão somente seus olhos que vão verter lágrimas como água no rio Amazonas (gaúcho é exagerado nas metáforas), ou mesmo as cordas vocais que ficarão roucas, mas o coração do torcedor que irá bater no ritmo da quinta sintonia  de Beethoven.

Aroldo Medina

Arena do Grêmio: mapa do entorno. 

Veja como chegar e ingressar no estádio.

Dicas de mobilidade e segurança:

- Os transportes coletivos devem dar maior agilidade ao torcedor para chegar e sair do estádio. Creio que o TRENSURB é a melhor opção;

- Ir de táxi é também uma opção segura e prática, especialmente se você esta pensando em se "gelar com umas loiras" ou a "marvada da caipira";

- Se você for de carro prefira estacionar nos locais credenciados pela EPTC;

- Ao manusear objetos de valor, seja discreto.

- Se algum flanelinha for inconveniente, não hesite, chame a Brigada!

A Brigada estará presente com 600 policiais para guardar pela sua segurança e lhe assistir em casos de emergência.


Boa sorte e bom espetáculo!

E, parabéns Grêmio! Vida longa com saúde e paz a toda sua equipe de dirigentes, atletas e torcedores. O feito é digno de uma estrela, na bandeira do Rio Grande do Sul (gaúcho, exagerado como sempre).

E, por derradeiro, não pode faltar também um grande abraço aos colorados!!!

O que seria do Grêmio sem o Internacional?