quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Feliz Ano Novo!

Creio que devemos manter viva nossa fé e esperança, diante dos desafios que teremos em 2015. Com este espírito desejo um FELIZ ANO NOVO a todos. Deus, o mestre Jesus e sua Corte Celestial estejam entre nós, iluminando com sabedoria nossos caminhos, inspirando nosso coração com serenidade e nos abençoando com saúde, paz e prosperidade.
O ano que finda deixa uma história marcante de corrupção vergonhosa, principalmente na Petrobrás. Tivemos uma copa caríssima, onde fomos eliminados. Continuamos assistindo a Amazônia sendo destruída. Energia elétrica em alta e, investimentos no setor, em baixa. E tantos outros problemas sociais que cada um irá lembrar, só de ler este parágrafo.
Na área de segurança pública, o RS termina o ano com um imbróglio do tamanho de uma montanha. O Governo Estadual que termina no dia de hoje, conseguiu construir uma torre de Babel dentro da BM. Ontem o Tribunal de Justiça pela terceira vez consecutiva, bateu com o "sino", na cabeça do governador e do comandante geral da BM que IGNORANDO decisões do TJ-RS, insistiram em descumprir ordem judicial e levar a termo novas promoções de oficiais da BM, fora de critérios estabelecidos pelos desembargadores. Resultado, o Tribunal de Justiça anulou as promoções do posto de tenente-coronel para o posto de coronel publicadas ontem no Diário Oficial do RS.
Não pode passar desapercebido, igualmente, manifestação recente de PMs bloqueando a Freeway, na região metropolitana de Porto Alegre. Lamentável sob qualquer ponto de vista. Quem é guardião constitucional da Lei e da Ordem não tem o direito de se manifestar ferindo a liberdade de ir e vir das pessoas. A disciplina militar foi gravemente ferida. "Pode ter gato nessa tuba".
Ilustro a postagem com imagens que traduzem momentos históricos de felicidade, querendo com elas emanar boas energias espirituais aos meus amigos e amigas aqui do blog, a despeito da retrospectiva sombria, escrita com o intuito de nos manter alertas e com os pés no chão. Fraterno abraço a todos.

Aroldo Medina






quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Novo comandante geral da Brigada Militar: coronel Alfeu Freitas Moreira.

Associação dos Oficiais da BM publicou, com exclusividade, em seu site, informação de que o coronel Alfeu Freitas Moreira é o novo Comandante Geral da BM, no governo José Ivo Sartori.

A escolha foi pautada pelo perfil técnico e conciliador do oficial que exerceu todas as funções inerentes a carreira de nível superior de Polícia Militar. Contando com mais de 30 anos de serviço, sem vinculação política ou partidária, o coronel Freitas trabalhou em unidades operacionais de Porto Alegre, destacando-se no 9º BPM e no Comando de Policiamento da Capital.

É reconhecidamente um oficial de expressivo saber profissional, comandando sempre com o próprio exemplo de homem de linha de frente. Sempre foi um comandante acessível a seus subordinados, tratando a todos com cavalheirismo e simplicidade.

O governador José Ivo Sartori e o secretário de segurança Wantuir Jacini acertaram na sua escolha. A sociedade sai ganhando na indefectível luta contra o crime.

O coronel Freitas exerceu por dois anos a chefia do Estado Maior da BM, conhecendo bem a realidade da corporação. Atualmente é o sub-comandante geral da Brigada.

Tenente-coronel Aroldo Medina
Oficial da ativa da BM - 30 anos de serviço.

FELIZ NATAL!

FELIZ NATAL! Rogo a Deus e ao mestre Jesus que estejam entre nós e, nos abençoem, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, concedendo a todos paz, amor, saúde, prosperidade e harmonia. 

Peço também uma benção especial a todos os lares, iluminando nossa mente com sabedoria, apascentando os corações mais aflitos, intuindo-nos a sermos mais gratos com a vida e mais solidários em nossa convivência social. 

Grande e fraterno abraço!

Aroldo Medina

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Sem vesícula

Hoje em dia podemos separar a população humana entre aqueles que têm vesícula e os que não têm. Quem tem pode comer batatas fritas, pipoca com manteiga e costela gorda. E, naturalmente quem já extirpou o órgão estaria, em tese popular, condenado a uma indigestão ou mesmo a frequentar com mais assiduidade o banheiro, caso queira continuar saboreando as gostosas gorduras assadas ou mesmo fritas.

Não sei o que é mito ou verdade. O fato é que minha vesícula durou 50 anos. Fui feliz com ela até uma pedra nascer dentro dela. E foi uma pedra enorme. Bem maior do que a ecografia acusou. O médico garantiu que foi a maior que tirou de dentro de um ser humano. Quase do tamanho de um ovo de galinha garnisé. E, acrescentou o doutor que tive bastante sorte em fazer a cirurgia, pois, minha vesícula estava bastante inflamada. Outro aspecto que a ecografia não acusou. Mais uns dias de retardo da operação e a história poderia ser outra.

Na mesa de cirurgia me senti de braços abertos, como um antigo guarda de trânsito, enquanto era preparado para entrar na faca. Não vi nada. Acordei na sala de recuperação com o trânsito das camas que iam trazendo mais sem vesícula. E, as técnicas de enfermagem, atenciosas, logo que o paciente acordava, lhes traziam além do conforto da atenção aos enfermos, frascos com as pedras de cada um dos operados de todas as idades. Ali constatei que era o mais velho.


Pernoitei no hospital pensando qual seria o mistério das vesículas? Que segredo guardam umas para durarem tão pouco e outras um pouco mais, até uma vida inteira? Um sargento veterano ao meu lado, operado das pernas (varizes), com dois filhos de 22 e 23 anos sem vesículas, garantiu que foi o consumo exagerado de bolachinhas recheadas e de “burgers” que levaram suas crianças a guilhotina impiedosa do bisturi exterminador das jovens vesículas.


Enquanto o leitor desavisado como eu, não desvenda o mistério das vesículas é bom ir se prevenindo tendo uma alimentação saudável, evitando comer porcarias, não deixando de lado os exercícios físicos e não ficando sem se alimentar por períodos mais prolongados. Outra providencia importante são os “fast foods” e as churrascarias se prevenirem exigindo dos seus clientes, desde já, certificados de que seus consumidores são portadores de vesícula, para a venda de frituras e gorduras. Afinal de contas é melhor prevenir do que remediar.

Aroldo Medina

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Wantuir Jacini, futuro secretário da Segurança Pública do Rio Grande do Sul.

SEJA BEM VINDO ao Rio Grande do Sul, delegado Wantuir Jacini, da Polícia Federal, como nosso novo secretário da Segurança Pública. Deus esteja convosco, nessa jornada de grandes desafios, iluminando e protegendo o senhor e toda a sua equipe, ao lado dos profissionais da segurança do RS.

Cumprimentos sinceros ao governador eleito José Ivo Sartori pela sábia escolha. Os próceres membros de nossa valiosa Polícia Federal tem moral de sobra e conhecimento profissional para exercer a gestão do Sistema de Segurança Pública gaúcha.

Tenente-coronel Aroldo Medina
Brigada Militar do Estado do RS

Sartori anuncia novo secretário de segurança.

Perfil de Wantuir Jacini

Força e honra!

Senador Pedro Simon lança livro em Porto Alegre.

Encontrei o senador Pedro Simon, hoje, ao meio dia, no Centro de Porto Alegre, ao lado do seu filho Tiago Simon, distribuindo livros e autografando na "Esquina Democrática". Entrei na fila para ganhar um exemplar da obra "O Papa Francisco, Marina Silva, os black blocs e a Petrobras", edição do Senado, 2014.
Enquanto esperava minha vez, olhando as pessoas que formavam a fila, lembrei de Castro Alves: "Oh! Bendito o que semeia livros a mão cheia e manda o povo pensar! O livro, caindo n'alma é germe - que faz a palma, é chuva que faz o mar"!
Trinta minutos de espera, alcanço meu exemplar ao senador escritor, ele levanta os olhos, fita-me, ergue as sobrancelhas e sorri. Retribuo com um sorriso largo e lhe alcanço minha carteira de identidade funcional, o senador, gentil, colhe ela das minhas mãos e autografa. Bem perto de nós esta o prócer colega na ativa da BM, André Flores Coronel. Peço o obséquio de registrar o momento, alcançando a ele, o meu celular. O André, prontamente, brinda-nos com uma bela foto.
Do seu livro de 747 páginas destaco: "A Igreja, a escola e a família sempre foram, para mim, os melhores pilares para a construção de uma sociedade mais justa e mais humana" (último parágrafo, na página 199).
Força e honra! Nobre senador Pedro Simon. Deus vos conceda vida longa com muita saúde e paz, ao lado dos seus familiares e amigos queridos.

Aroldo Medina


quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Promoção ao posto de tenente-coronel da BM.

Fui promovido ao posto de tenente-coronel da Brigada Militar, no dia de hoje, a contar de 21 de abril de 2014, pelo critério de ANTIGUIDADE, conforme publicado na página 8 do Diário Oficial do Estado do RS, edição número 234 de 03 de dezembro de 2014.
A promoção é conseqüência do cumprimento de Acórdão proferido nos autos da Ação Direta de Inconstitucionalidade número 70052024577, movida pela Associação dos Oficiais da BM, contra mudança de critérios na promoção de oficiais da BM feita pelo Governo Tarso Genro. No julgamento desta ação, 24 desembargadores do Tribunal de Justiça do RS votaram pela procedência da Ação. Apenas um desembargador votou contra.
Estou feliz com esta promoção, especialmente por ser consequência de ORDEM JUDICIAL assinada por 24 desembargadores gaúchos. Uma honra para quem serve a sociedade com idealismo e destemor, desde o ingresso na BM, em 17 de fevereiro de 1986, depois de aprovado no vestibular na PUC-RS, em 1985, para o CFO-BM.
Dedico esta promoção aos meus pais, Ivo Medina (1928-1988) e Nilva de Wallau Medina que não mediram esforços para me proporcionar além da educação iniciada no berço, onde não faltaram palmadas para me corrigir, um ensino de qualidade, em escolas de referência.
Naturalmente, não poderia deixar de compartilhar esta felicidade com todos meus simpatizantes, amigos e amigas aqui do blog. Deus esteja sempre entre nós, nos abençoando e protegendo. 

Fraterno abraço a todos, com votos de vida longa, com muita saúde e paz!

Aroldo Medina

domingo, 30 de novembro de 2014

Nilva de Wallau Medina

Minha mãe esta fazendo 79 anos no dia de hoje. Deus seja louvado pela benção de termos ela ao nosso lado, neste dia tão especial. Dobro os joelhos e agradeço ao Pai do Céu, um milhão de vezes, multiplicado 70 vezes sete, a dádiva de ter uma mãe com os valores e as virtudes da minha que ao lado do meu pai, Ivo Medina, de saudosa memória (1928-1988) deram-me a maior riqueza que um filho pode almejar dos seus pais: amor, exemplo, educação e estudo.
Compartilho com todos a felicidade de comemorar esta data, com ela bem lúcida ao nosso lado. E, um agradecimento especial, mais uma vez a equipe de médicos, enfermeiras e técnicos do Hospital Independência, ao lado da irmã Maria Cecilia Koerbes, junto com o tenente-coronel Igor Wolwacz e o capitão Perin (pneumologista do Hospital da BM) que há um ano atrás, com a graça de Deus, salvaram a vida de minha mãe, dando-nos a oportunidade de poder comemorar, no dia de hoje, um aniversário repleto de harmonia e paz.
Deus esteja sempre entre nós. Fraterno abraço a todos que naquela época em que minha mãe estava internada no hospital, formaram uma corrente de orações poderosa que foi ouvida no Céu.
Aroldo Medina

Minha mãe, natural de Santo Cristo (RS), em sua juventude, na capital gaúcha, onde meu pai a conheceu.

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Proclamação da República: Brasil em cheque.

No próximo dia 15 de novembro existe a previsão de manifestos populares em todo o Brasil. Legítimos. Todo cuidado é pouco para não cairmos nas armadilhas que podem ser instaladas no terreno, com o intuito de colocar a PM em "cheque mate", muito conveniente para os objetivos estratégicos da Esquerda.
A fórmula é bem simples: contrata grupos de vândalos para se misturarem entre as pessoas de bem que protestam indignadas contra tanta corrupção que assola o Brasil. Os mascarados promovem a baderna e provocam a reação da PM que se não toma o cuidado de "separar o joio do trigo", sai bem chamuscada de novo, povoando a mídia com imagens de violência que servem ao propósito de serem extintas.
Aroldo Medina


quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Brasil confirma compra de 36 novos caças para a FAB.


Finalmente, Brasil compra da Suécia 36 novos caças (aviões Gripen, SAAB) para Força Aérea Brasileira. Valor do contrato: US$ 5,4 bilhões, com transferência de tecnologia.

A compra dos aviões Gripen foi um excelente negócio para o Brasil, pois, são mais econômicos do que o francês Rafale e o americano F/A - 18. A aquisição dos caças suecos Gripen permitirá a indústria brasileira acesso real a tecnologia envolvida na fabricação dos aviões. A Força Aérea Brasileira sai fortalecida com a aquisição dos caças Gripen, pois, terá também acesso estratégico a códigos de fonte.

A indústria gaúcha pode se beneficiar com a compra dos caças Gripen fazendo parcerias com a . Governo Sartori deve dar atenção ao tema. 

Aroldo Medina


terça-feira, 28 de outubro de 2014

Fim da greve no Banrisul.


Funcionários do Banco do Estado do Rio Grande do Sul decidiram ontem, em assembleia geral, realizada em Porto Alegre, por fim a greve que durava há 28 dias. Mil e vinte e três trabalhadores compareceram no ato deliberativo. 587 funcionários votaram pelo fim da greve e 428 queriam manter a paralisação. O Banrisul tem onze mil funcionários.

Agências do interior já estavam trabalhando. Agências da capital e região metropolitana funcionavam parcialmente. A abertura total das agências foi determinada por funcionários que já estavam trabalhando e perceberam que o seu não comparecimento nas assembleias da categoria, estavam legitimando a manutenção da greve. Este fato, associado ao desconforto de prejudicar a imagem do banco junto aos seus clientes, motivou a participação destes funcionários na assembléia que encerrou o movimento grevista.

Um dos principais motivos da greve é a ausência de um plano de carreira para os funcionários. Um escriturário que entra hoje no Banrisul tem o mesmo salário que um escriturário de 20 anos de carreira, por exemplo. Os funcionários almejam um adicional por tempo de serviço.

Em conversa com amigos do Banrisul hoje, perguntei ainda o que esperavam de José Ivo Sartori? Foram unanimes em dizer que confiavam no novo governador eleito, para defender o banco dos gaúchos contra qualquer movimento de privatização, normalmente defendida por capitalistas interessados em por as mãos num banco bem estruturado que só tem dado grandes lucros ao RS, nos últimos anos. Elogiaram, espontaneamente, a gestão de Fernando Lemos.

Sou, particularmente, contra a privatização do Banrisul, da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, por razões óbvias. Conduzidos por seu corpo técnico de funcionários de carreira, com independência administrativa, costumam dar excelentes resultados financeiros e oferecem sempre, menores taxas de juros, na concessão de créditos pessoais e financiamentos para automóveis, imóveis e outros empreendimentos empresariais, urbanos e rurais, além de serem patrimônios consolidados da nação brasileira.

Aroldo Medina

domingo, 5 de outubro de 2014

Amor de mãe é tudo de bom mesmo.


Momento de felicidade plena. Levei minha mãe para votar. Ela foi bem feliz. Emocionei-me quando ela digitou meu número na urna e logo que apareceu a foto, orou pedindo a Deus por mim.
Se for da vontade de Deus ser vitorioso neste pleito, ouro nenhum do mundo será capaz de abalar minha convicção de servir a sociedade brasileira, com 100% de integridade e absoluto respeito a confiança dos meus eleitores.
Força e honra! Muita saúde e paz. Forte e fraterno abraço a todos! 

Aroldo



quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Último debate presidencial na Rede Globo.

Continuo 100% Marina Silva. Lamento, veementemente, a campanha de baixo nível impetrada contra a Marina, depois do seu crescimento expressivo, após a morte lamentável de Eduardo Campos. 

Creio que todos os ataques dirigidos a candidata são motivados por interesses torpes. Para mim, Marina não é mais uma simples causa. Marina é o Brasil. Força e honra, com imprensa livre, sem censura, sempre!
 — com Wambert Gomes Di Lorenzo I.

Aroldo Medina


quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Boas lembranças da campanha de 2014.

Começam com minha mãe, bem lúcida me encorajando nesta caminhada dificílima, onde os amigos, parentes e até pessoas que encontrei pela primeira vez, não deixaram-me esmorecer, abastecendo meu coração com palavras de incentivo e esperança. 

Deus esteja sempre entre todos nós. Fraterno abraço!

Aroldo




quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Contra a criminalidade no RS: 55015.

Eleição 2014. Esta chegando a hora de votar. Não deixe para escolher o seu candidato na última hora.

Insegurança pública tem solução. Não dá para continuar perdendo para bandidos. Temos condições de colocar mais policiais nas ruas, bem selecionados, treinados, equipados e valorizados. Nossa legislação também deve permitir a construção de prisões privadas para termos onde colocar os criminosos. 

Assim, peço teu voto para deputado estadual do RS. Saberei honrar tua confiança! Meu número 55015.

Por que quero ser deputado?

Força e honra!

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Principais propostas temáticas da candidatura, Aroldo Medina Eleição 2014 deputado estadual RS

Prezados amigos e amigas,

Cordiais saudações! Meu nome é Aroldo Medina, natural de Santana do Livramento (RS), 50 anos de idade, trabalhador em Porto Alegre, morador de Canoas, com formação jornalística. Estou na função pública há 29 anos, servindo a comunidade, inicialmente como integrante das Forças Armadas e, depois como policial militar e bombeiro, atuando no policiamento ostensivo, na defesa civil e no combate a incêndios, exercendo a função de soldado até chegar ao posto de major, a um passo da promoção a tenente-coronel, com uma ficha funcional sem pontuação negativa. Estou na ativa e, sirvo no Departamento de Saúde da Brigada Militar, licenciado para concorrer a deputado estadual. 

Completei meu tempo de serviço na BM e, prestes a ir para a reserva, em  vez de ficar em casa para cuidar de afazeres domésticos, a pedido de amigos, aceitei concorrer a deputado estadual, nesta eleição, depois de concorrer duas vezes ao governo do RS, em 2002 e 2010. Dizer que estou cansado com a sujeira política que estamos acostumados a ver diariamente nos noticiários é o óbvio que nos une. Por esta razão, vou direto ao ponto principal que pode estar de acordo com o que temos em comum, algumas idéias para melhorar nossa vida, em sociedade.


1)      Combate rigoroso contra criminalidade e todos os seus agentes;
2)      Mais policiais nas ruas e valorização do trabalho policial;
3)      Prisões privadas;
4)      Redução da maioridade penal;
5)      Penas somente em regime fechado, com trabalho nas prisões;
6)      Respeito a propriedade privada e pública, contra invasões e atos de vandalismo;
7)      Defesa do cumprimento rigoroso e imediato de ordens judiciais;
8)      Defesa do estudante e do professor em sala de aula;
9)      Defesa do Estado democrático de direito;
10)   Defesa da família, com planejamento familiar e educação dos pais;
11)   Defesa do meio ambiente e da vida dos animais;
12)   Imprensa livre no Brasil, sem censura.

Por estas razões, pelo teu voto. 

Fraterno abraço! Deus esteja entre nós. 

Aroldo Medina 55015 PSD-RS (Mais conhecido como capitão Medina).



sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Aroldo de Cervantes

Não dá para ter sangue de barata. Nesta reta final de campanha, num momento estratégico em que o eleitor decide o seu voto, passei a ser excluído da propaganda de TV, enquanto outros candidatos do PSD-RS tem tratamento VIP.

Entrei no Partido Social Democrático do RS a convite do professor Wambert Gomes Di Lorenzo I, um homem cuja probidade e caráter esta muito acima do caráter dos partidos políticos brasileiros. É digno de confiança, pois, sua honra não transige com interesses pessoais. É alvo, como eu, de constantes escaramuças políticas.

Não devemos estranhar quando o eleitor diz que não vota mesmo nos partidos e, sim na pessoa do candidato. Os partidos deveriam se inspirar muito mais no caráter de homens e mulheres de bem que dignificam as legendas, do que alimentar a fogueira de vaidades e intrigas que os consomem. E, as pessoas de bem terminam se afastando do processo, justamente porque cansaram das sucessivas tentativas de estupro moral que sofrem defendendo a democracia e, lutando por uma sociedade mais justa.

Deus nos ilumine e guarde, inspirando a mente e o coração dos eleitores brasileiros em 05 de outubro, para que possam dar cartão vermelho aos que nos iludem e, excluam dos Governos, das Assembleias e do Congresso, aqueles que fazem mal ao Brasil, elegendo mais homens com o caráter de pessoas como o professor Wambert.

Por fim, ofereço uma música: BRASIL

Aroldo Medina


quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Teresópolis Tênis Clube de Porto Alegre.


Visitei o Teresópolis Tênis Clube onde fui recepcionado pelo professor Nicolas Sanchez e o presidente do TTC José Alberto Coelho. A visita foi agendada por Rafael Mendina, filho do tenente-coronel Gregório Dario Mendina, presentes no encontro.

Fiquei com ótima impressão do clube porto-alegrense e dos seus funcionários. Hospitalidade é uma palavra que serve como uma luva no Teresópolis que dispõe de um espaço de lazer muito aconchegante e tem uma atmosfera que irradia energia bastante positiva.

Ao contar para minha mãe que estive lá, ela se emocionou ao lembrar dos bailes que frequentou no Teresópolis, na década de 60, principalmente quando disse que gostava de dançar, lamentando que suas pernas hoje, não tinham mais forças para este divertimento. Meus olhos marejaram, com seu testemunho. 

Aroldo Medina

O Teresópolis Tênis Clube fica na avenida Ludolfo Boehl, 388, Porto Alegre. Fone: 51 3318-6232.

Teresópolis

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Eleição 2014 Aroldo Medina Deputado Estadual Rio Grande do Sul

video
Meus amigos e amigas, sou muito grato a todos que estão dando um empurrão em nossa campanha. Como formadores de opinião podemos influenciar outras pessoas que ainda não decidiram em quem vão votar.

Tenho certeza absoluta que saberei corresponder a confiança de todos que forem responsáveis pela minha escalação na Assembléia Legislativa, dedicando meu mandato 100% a defesa da vida e do patrimônio das pessoas, valorizando meus colegas da BM e do Corpo de Bombeiros, sem descuidar de defender o meio ambiente e a vida dos animais, comprometido com minha filha Natália Medina.

Gravação TV.

Aroldo Medina

Tiririca dá moral!


Rir é melhor do que chorar.

Aroldo

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Marina Silva se emociona ao receber bandeira do Estado do Rio Grande do Sul.

Encontrei com Marina Silva hoje a tarde, na Expointer, no estande da CCGL. Depois de apresentar-me a ela, na posição de sentido e prestando-lhe sincera continência, junto com minha filha Natália Medina, lhe entregamos de presente, uma bandeira do Estado do RS que estava com nossa família há 20 anos.

Marina, vestida com sua simplicidade habitual, marejou os olhos depois que ouviu eu dizer: "- Presidente, eu e minha filha, na condição de seus eleitores, depositamos em suas mãos nossa confiança para a senhora governar o Brasil, inspirada no lema de nossa bandeira: liberdade, igualdade e humanidade. Deus esteja entre nós". Atenta a cada palavra, Marina sorriu e retribuiu as palavras, com um beijo em meu rosto.

Aroldo Medina
Major da Brigada Militar



Fotos: Alfonso Abraham (Espanhol).

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Orlandi Martins de Souza

Memórias. Orlandi Martins de Souza foi sargento da BM. Um dia me abordou na Academia de Polícia Militar e perguntou se eu poderia editar um livro que ele havia escrito. Depois de ler sua produção literária, entrei em campo para editá-lo, em 1989.

Um trágico acidente de trânsito, nos anos 90, lhe ceifou a vida, junto com sua família, esposa e filha pequena. Manuseando meus livros em casa, reencontrei a obra do nobre sargento Orlandi, nosso estimado irmão que nos deixou um legado de boas obras.

Deus esta entre nós. Aroldo Medina




segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Paz Novo Hamburgo... Paz Porto Alegre... Paz RS... Paz Brasil.

#PAZNovoHamburgo #PAZ CAMPO BOM ... #PAZ PORTO ALEGRE # PAZ RS

Sim! Todos nós queremos PAZ. Perdoem-me o texto de 5 minutos de leitura. É por uma boa causa.

Participei nesta segunda-feira, dia 25 de agosto, 18 horas, na Sociedade Ginástica Novo Hamburgo, de uma reunião convocada pelos organizadores do movimento # Paz Novo Hamburgo, com candidatos a deputado federal de vários partidos.

A comunidade de NH vive aterrorizada com a onda de violência desmedida que assola a cidade. Os índices de criminalidade lá, estão em alta. O cidadão de bem se prende em sua casa, enquanto os bandidos tomam conta das ruas. O cenário não é diferente em várias cidades brasileiras.

Cansados de verem os criminosos andando soltos pelas ruas, o Paz Novo Hamburgo lidera um movimento que propõe a extinção do regime aberto e semiaberto no cumprimento das penas de condenados pela Justiça, entre outras propostas.

Depois de apresentadas as razões do movimento, com eloquência e coragem, os candidatos presentes foram convidados a assinar um contrato de apoio a causa. Os candidatos debutantes, logo formaram uma fila para assinar o pacto proposto. Os deputados com mandato, presentes, cautelosos, permaneceram sentados. Assim que a fila se dissipou, dois deputados com mandato e um ex-prefeito da região subiram ao palco e usaram da palavra, com prudência, esclarecendo que o processo de mudança na lei, implicava um longo ritual de discussão no Congresso. Suas ponderações, de quem conhece a "via sacra" de Brasília, não foram bem aceitas pela platéia.

A pauta em discussão levou-me a travar uma luta comigo mesmo. Em minha mente Sancho Pança e Dom Quixote começaram a brigar. Um mandava eu ficar quieto em minha cadeira, até porque, eu nem fora convidado para aquela reunião. Fiquei sabendo dela, através do professor Wambert Gomes Di Lorenzo I. Já Dom Quixote chutava minha bunda, mandando eu me levantar e gritar, fazendo coro ao lado da sociedade indignada. Dom Quixote venceu.

"Por que será que nos chocamos ainda ao ouvir um deputado falar que o Estado esta falido. Se não estivesse, os bandidos não pulariam o muro, para fora do presídio, na frente de um quartel da BM. Ouvimos aqui o próprio diretor em exercício do presídio de NH, dizer que tinha 14 agentes para cuidar de 230 apenados. Divididos em turnos, os agentes da SUSEPE formam equipes de três homens. Assim, cada agente cuida de 70 presos, em média. Neste ponto, lembrei que a BM para fazer uma simples escolta, trabalha com a tese de que cada preso deve ser escoltado por dois PMs. Vejam ai que discrepância: um agente para cuidar de 70 presos. E, o Estado não esta falido mesmo?"

Encerrei minha fala lembrando que havia concorrido ao governo do Estado na eleição passada, como um protesto para pautar justamente nos debates de TV, a questão da segurança pública. E, terminada a eleição de 2010, logo depois de me apresentar na BM, fui transferido de Porto Alegre para Novo Hamburgo, como uma espécie de vingança/punição do governo estadual, pela minha postura irreverente nos debates, peitando a governadora sobre questões ligadas a probidade administrativa.

Por que a cidade de Novo Hamburgo foi considerada já em 2010, um castigo para um oficial da ativa da BM? Descobri a resposta desta pergunta, na prática. E, só posso discorrer sobre ela, se for eleito deputado estadual.

Se falasse hoje, sobre o que vivi em NH, onde exerci em 2010/2011 a função de Chefe da Seção de Justiça do CRPO-VRS e, depois como comandante em exercício do 3º BPM, no Foro #Paz Novo Hamburgo, seria, arbitrariamente preso ou iria contar minhas histórias para São Pedro.

Cumprimentos aos organizadores do #Paz Novo Hamburgo e de outras cidades que tem a coragem de reagir contra os bandidos, os tradicionais e os ocultos.

Aroldo Medina - Oficial da ativa da BM.