quinta-feira, 10 de novembro de 2016

SUSEPE deixa de transportar presos no RS.

Fui atacado por dois bandidos que tentaram roubar meu carro, numa sinaleira de Novo Hamburgo, em abril do corrente ano. Armado, reagi e prendi um dos criminosos.

A primeira e a segunda audiência no Foro de NH, para tratar do caso, foram frustradas pela ausência do réu que deixou de ser transportado pela SUSEPE (Superintendência dos Serviços Penitenciários) do RS.

Na primeira vez fui informado que o réu não estava presente porque a SUSEPE, não teve efetivo para levar o preso até a presença do juiz. Na segunda audiência, esta semana, porque os agentes penitenciários protestavam contra o parcelamento dos seus salários. O Governo do RS paga o salário mensal de todo funcionalismo gaúcho do Poder Executivo, em várias parcelas, há nove meses.

O Estado claudicante coloca em risco permanente a vida de todos seus cidadãos, ao não priorizar o funcionamento do sistema de segurança pública e judicial.

A ausência do réu na audiência do seu julgamento, pelos motivos expostos, o beneficia, facilitando sua soltura e impunidade.

Aroldo Medina

Leia mais em: Notícia sobre o transporte de réus presos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário