terça-feira, 16 de junho de 2009

Brigada em Revista



Atendendo missão recebida do Rosa, posto aqui mais uma lembrança que guardo com muito carinho em minha memória. Depois de iniciar minha carreira na BM, estava no 2º ano do CFO (Curso de Formação de Oficiais) quando o recém eleito presidente da Sociedade dos Cadetes da BM, aluno-oficial do 3º ano, Márcio Ailto Barbieri Homem, convidou-me para fazer o jornal desta sociedade de cadetes, em 1987. Junto com meu colega de turma, o cadete José Henrique Gomes Botelho e outros nobres cadetes da BM, fundamos "O Espadim", assim batizado pelo também colega de turma, Evandro José Horn, um líder nato. Neste mesmo ano, depois de decifrarmos a fórmula para fazer um tablóide de oito páginas, impresso em papel jornal, nas cores preto e branco, lançamos o primeiro Espadim, com uma tiragem de 2.000 exemplares. A maternidade do novo veículo de comunicação dos cadetes foi a vizinha CORAG (Companhia Riograndense de Artes Gráficas) que tinha em seus quadros, excelentes gráficos. Seguiram-se outras edições com regularidade bimensal. A experiência na confecção do Espadim levou-nos a edição da Brigada em Revista que sentimos orgulho em oferecer a milhares de pessoas, no mundo todo. Foram 25 mil exemplares, com 80 páginas, impressos à cores, em papel couchê, no formato de 21 por 28 cm, realizados com apoio do Banco Meridional, da SAMRIG, da IPIRANGA, da VARIG e do Montepio MBM, lançados em 21 de abril de 1989. Jerônimo Carlos Santos Braga, Anízio Severo Portilho e Ronei José Silveira de Ávila, coronéis da Brigada Militar, respectivamente, exercendo plenamente as funções de Comandante Geral da BM, Chefe do Estado Maior da BM e Comandante da Academia de Polícia Militar, foram decisivos na realização da revista, assim como colaborou Marcelo Baumbach. Nela, contamos um pouco da história da BM e de nossa própria história na Academia de Polícia Militar. Publicamos artigos, onde colhemos o testemunho de líderes do RS, sobre o trabalho da BM. Entre eles destacamos o escrito pelo doutor Jorge Gerdau Johannpeter, nosso paraninfo e o governador do Estado, na ocasião, Pedro Simon. Também publicamos na revista, desenhos do renomado artista João Baptista Mottini, especialmente contratado para ilustrar a publicação, ao lado do artista uruguaio Ruben Ygua. Escrevemos ainda sobre cada um dos recém formados Aspirantes 1988 da Brigada Militar, seus sonhos, trajetória de vida e ideais. Muitos que ali estão, já não estão mais entre nós. Imolaram-se no cumprimento do dever ou foram precocemente convocados pelo Mundo Espiritual e seus Governantes, para prestarem seus serviços, em outra dimensão de vida. Nós que permanecemos, com a graça de Deus neste plano, nos sentimos no dever moral de honrar sua memória, em defesa da vida e do patrimônio dos brasileiros. Aroldo Medina.

Um comentário:

  1. BOA NOITE...MEU NOME É MARIA DO CARMO ( MILITAR EM GUARUJÁ-SP ). NAVEGANDO PELA NET, ENCONTREI SUA PÁGINA CITANDO UM AMIGO ANTIGO (EVANDRO JOSÉ HORN) SE POSSÍVEL, GOSTARIA DE CONTAR COM SUA GENTILEZA PARA PAASAR-ME ALGUMA INFORMAÇÃO. MEU E-MAIL PARA CONTACTO É docarmo.victor@ig.com.br OU ORKUT. MARIA DO CARMO SILVA CATARINO DESDE JÁ AGRADEÇO SUA COLABORAÇÃO.

    ResponderExcluir