segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Colégio Militar de Porto Alegre: 100 anos.


O centenário do Colégio Militar de Porto Alegre é tema de capa do jornal Zero Hora de hoje, com reportagem na página 24. O destaque é justo e merecido.

O CMPA é reconhecidamente um Colégio que proporciona aos seus alunos um ensino de excelente qualidade. A frase que se lê logo no início da matéria, reflete uma história muito precisa: "A receita do sucesso envolve muitos fatores e começa pela seriedade com que o Exército encara a educação".

Em 1994, tive o privilégio de trabalhar no CMPA, por seis meses, cedido pela BM, num convênio de intercâmbio educacional do Exército com a Brigada. Na ocasião, junto com o então major Antonio Claudio Belém de Oliveira, oficial de engenharia, fundamos o jornal "O Casarão da Várzea" e reeditamos a Revista Hyloea, sob o comando do coronel de cavalaria, José Eurico de Andrade Neves Pinto.


Qualquer frase que eu escreva aqui ficará longe de descrever o esmero e a dedicação com que a oficialidade, praças e funcionários civis do EB, ao lado dos professores do Colégio Militar se dedicam a causa de ensinar seus alunos.

Desejo o mais profícuo sucesso a todos próceres da Força Terrestre que se dedicam a tão sublime missão de educar os jovens brasileiros aqui e nos demais colégios de todo Brasil.

Parabéns, CPMA! Vida longa, muita saúde, força e honra a todos que dão vida ao velho e querido Casarão da Várzea.

Aroldo Medina


Ao lado do major Antônio Claudio Belém de Oliveira, em 1995, relações públicas do CMPA, expoente oficial do EB, hoje, coronel na reserva. Conheci o então capitão Belém, natural do RJ, em 1993, na 5ª Seção do CMS, em Porto Alegre. Eu presidia o diretório Acadêmico do curso de jornalismo da ULBRA, em Canoas. Fui até o Comando do Exército atrás de uma palestra para meus colegas conhecerem melhor nossa Força Terrestre.

Um comentário: