quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Dia Nacional do Palhaço



Uma "coincidência", no mínimo, inusitada, o Dia Nacional do Palhaço, ser comemorado no Brasil, no dia seguinte ao Dia Mundial de Combate à Corrupção, transcorrido ontem.

Outro aspecto histórico interessante é refletir que a proposta de comemorar o Dia Mundial de Combate à Corrupção, aprovado pela ONU, não foi uma idéia finlandesa -país com menor índice de corrupção no planeta - foi uma idéia brasileira.

Casualmente, abrimos os jornais, ontem e hoje, no Brasil e nos deparamos com fartas notícias de corrupção, em todos os lados. Lendo a poesia escrita em homenagem aos palhaços de profissão, abaixo transcrita, senti vergonha de me sentir um palhaço, como muitos brasileiros se sentem, toda vez que somos enganados. Um sentimento pejorativo que deturpa o significado da vida honrada e a obra original dos verdadeiros palhaços.

A esses trabalhadores da alegria, semeadores do riso, com semblantes tristes e melancólicos, minha sincera homenagem.

Meu irmão, Adroaldo, colabora nesta postagem com texto escaneado de um recorte de revista que tinha guardado e, minha filha Natália sugere um vídeo do You Tube.

VÍDEO

"Eu quero explicar a vocês, o que é ser um palhaço. O que é ser o que eu sou. E fazer isso o que eu faço, ser palhaço é saber distribuir alegria e bom humor. E com esforço contentar o público espectador. Muita gente diz “palhaço” quando quer xingar alguém. E esse nome pronunciam com escárnio e desdém. E ao ouvir esta palavra, outros sentem até pavor. Como se palhaço fosse criatura inferior. Mas de uma coisa fiquem certos, para ser um bom palhaço, é preciso alma forte e também nervos de aço. E além de tudo é preciso ter um grande coração para sentir isso o que eu sinto. Grande amor à profissão. O Palhaço também tem suas noites de vigília, pois lá na sua barraca, ele tem a sua família. Palhaço, meus amigos, não é nenhum repelente. Palhaço não é bicho. Palhaço também é gente. Falo isso em meu nome e em nome de outros palhaços que muitas vezes trabalham com a alma em pedaços. Ser palhaço é saber disfarçar a própria dor. É saber sempre esconder que também é sofredor. Porque se o palhaço está sofrendo, ninguém deve perceber, pois, o palhaço nem tem o direito de sofrer".

Um comentário:

  1. Acho que isso não é coincidência o Dia Nacional do Palhaço, ser comemorado no Brasil, no dia seguinte ao Dia Mundial de Combate à Corrupção, pois os políticos corruptos, sem personalidade definida, mau caráter, pensam que nós somos palhaços. Eu diria isso até parar para pensar e refletir um pouco.

    De fato, podemos observar que quando ironizamos algo ou xingamos alguém falando: "- Ohhh! Palhaço!!!" Estamos menosprezando o trabalho e a dedicação do trabalhador do riso. Quando um palhaço está triste, ele sente que não tem o direito de ficar triste, porque é um profissional. Pode sentir essa emoção, mas não pode demonstrá-la.
    O trabalho dele é sair distribuindo risadas e possibilitar as pessoas, altas gargalhadas. Ele esbanja alegria para todos nós, fazendo-nos perceber que um simples sorriso pode mudar uma vida.

    Como mostra o vídeo acima, podemos dizer que ser palhaço é uma vocação e precisa ter uma boa sensibilidade para exercer essa profissão. Este vídeo é brasileiro e mostra que as pessoas que se importam com os palhaços, não são pessoas desocupadas ou desempregadas, como pensam alguns. Muito pelo contrário o trabalho de palhaço é um trabalho árduo. Exige dedicação. É um emprego que pode ser considerado dos mais difíceis, pois, o palhaço nunca pode estar de mau humor, estressado ou triste. Ele não tem esse direito como nós temos porque ele é um profissional do riso.

    Vendo o trabalho de um palhaço sinto que devemos ter sua humildade, um sentimento que nos aproxima das pessoas e nos inspira também a ajudar o próximo. Nunca sabemos quando podemos precisar de alguém.

    Por isso, devemos estar sempre prontos para ajudar. Observando a vida de um palhaço, vemos que ela é uma vida simples e prestando atenção na letra da música do vídeo percebemos que ela nos alerta para levar uma vida simples também. Esta música ainda fala: “que a morte é sempre ingrata e, se pararmos para pensar é a vida que te mata. E não sabemos a hora que iremos morrer, faça alguém feliz, não terá arrependimento, fará bem para o seu coração, faça alguém sorrir, um sorriso pode mudar uma vida”.

    Muitos destinos estão em nossas mãos, como o presente e o futuro de nosso país e, só teremos um país justo e correto quando afastarmos as pessoas mentirosas e desonestas do Poder Político que damos a elas quando as elegemos. Estas pessoas não devem ser vistas como salvadores e vitoriosos e sim como enganadores do povo.

    Escolhendo melhor nossos representantes nós seremos vitoriosos. Não será fácil conseguirmos isso. Cada dia será uma nova batalha para vencermos os corruptos. Se sobrevivermos a este caos que vivemos hoje de corrupção generalizada, com esperança de um amanhã melhor, teremos alcançado o coração puro de um verdadeiro palhaço.

    ResponderExcluir