segunda-feira, 27 de agosto de 2012

O Português


Antonio Maria Correia da Silva, filho de Antonio Maria da Silva e Maria Correia, nascido em 19 de janeiro de 1934, na freguesia de Trofa do Vouga, Conselho de Águeda, em Portugal, visitou-me hoje, em minha casa.

Seu Antônio, mais conhecido como " O Português", é meu vizinho há 40 anos. Remexendo seu passado, o seu Antônio encontrou sua Caderneta Militar, documento equivalente ao nosso Certificado de Alistamento Militar. Orgulhoso da sua história de vida, veio até minha residência, mostrar sua documentação da Classe de 1955.


Manuseando o importante documento, encontrei na página 57 da caderneta, uma curiosa concepção para os dias de hoje. Leiam e reflitam sobre sua 4ª disposição regulamentar que pode ser vista ao lado. Vejam o ideal português no que se refere a preparação de sua juventude para seus deveres com a pátria.

Imagina se alguém por aqui resolvesse escrever hoje, em alguma caderneta militar brasileira que: "a Defesa Nacional abrange todos os indivíduos do sexo masculino desde os sete anos até a idade de incorporação nas Forças Armadas, mesmo explicando que dos sete aos dezoito anos a preparação a que se refere a frase anterior é cuidar da educação física e moral da juventude". É polêmica na certa!

Por curiosidade, vou escrever a embaixada portuguesa no Brasil, para saber se este dispositivo continua em vigor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário