domingo, 8 de novembro de 2009

Ponto para os bandidos - 2ª Parte

A vítima do furto pagou o resgate do próprio carro que foi devolvido pelos bandidos. Sentiu-se ao final da negociação, satisfeita com o resultado, mesmo ficando com uma dívida na empresa onde trabalha que lhe emprestou o dinheiro, para pagar o preço da extorção.

Chama atenção o "modus operandi" dos gangsters gaúchos. Em sintese: roubam o carro. Fazem contato com a vítima. Propõe devolver o carro se o proprietário pagar um resgate. O proprietário dá ouvidos a proposta dos bandidos. Os bandidos estabelecem as regras. 1ª) Nada de polícia. 2ª) Querem o dinheiro já. 3ª) Aterrorizam a vítima.

A negociação prossegue. O dono do carro arruma o dinheiro. Combinam o local da entrega do dinheiro. Se a vítima exigir ver o carro antes de pagar, os bandidos dizem onde ele pode ser visto "rapidinho". Estacionam o veículo furtado ou roubado numa rua, num estacionamento, num posto de gasolina onde a vítima é orientada a passar, olhar e não parar. A seguir o proprietário é orientado a ir no local onde deverá fazer o pagamento. No local do pagamento a vítima aguarda. Os bandidos vigiam o local para ver se não tem polícia na parada. Passam uma, duas, três vezes de carro, moto, bicicleta, à pé pelo local e não notando presença policial, chamam o motoboy da "sua confiança" para receber a grana. Aparece o motoboy que aborda a vítima para receber a "encomenda".

Quando o negócio é intermediado por algum "informante" entre a vítima e os bandidos, esse camarada funciona como uma espécie de garantia dos bandidos que tudo vai correr bem. O informante "fica" até amigo da vítima ou da família da vítima e vai intermediando o contato até que ele acontece. A vítima é informada que se alguma coisa der errado, tipo "pintar polícia na parada", o "informante" será "apagado"!

Com todo esse "clima", a vítima do roubo, da extorção, da ameaça de morte, sai "bem feliz", depois que tudo "terminou bem"! Pagou o resgate, recuperou o carro e volta para casa, sentindo-se "aliviado". Enquanto isso, os bandidos, as "feras do pedaço", também vão para casa comemorar, bem felizes também, porque saíram ganhando, mais uma vez.

Sem comentários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário