sexta-feira, 24 de setembro de 2010

AGERT promove debate de candidatos ao Piratini.




A Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio de Televisão do RS, promoveu hoje pela manhã, em sua sede no Centro de Porto Alegre, debate entre os candidatos ao governo do Estado, transmito por mais de 70 emissoras de rádio associadas, principalmente do interior do Rio Grande do Sul.

Somente não compareceu a candidata Yeda Crusius que teve sua ausência questionada pelos candidatos presentes. O mais contundente na cobrança da falta da governadora foi o candidato Pedro Ruas do PSOL.

O debate permitiu um confronto de idéias e divulgação das propostas dos candidatos.

Voltei a tratar da segurança pública e educação como temas chaves para desenvolvimento do Estado. Concitei o povo gaúcho a se rebelar com as pesquisas eleitorais que manipulam a cabeça do eleitor e escolher o candidato espontaneamente pelas suas idéias e não induzidos por pesquisas tendenciosas.

Também defendi que o povo gaúcho pode eleger uma bancada de deputados estaduais independentes formada por representantes do PRP, PSOL, PV e PMN, votando na legenda desses partidos de acordo com as principais idéias que defendem: PRP - segurança pública e educação; PSOL - revisão da dívida do Estado com a União, gerando mais recursos para investimentos em obras essenciais; PV - conhecimento e defesa das questões ambientais e PMN - redução da carga tributária.

Agert Eleições 2010.

Aroldo Medina.

4 comentários:

  1. BUenas... Gostei muito de sua entrevista na rádio gaúcha. Acho que agora tenho candidato.

    ResponderExcluir
  2. Prezado Pywa, saudações! Sinto-me muito honrado com a declaração do teu voto, neste espaço. Minha responsabilidade política aumenta.

    Nesta reta final, espero poder conquistar a confiança de mais gaúchos e gaúchas, surpreendendo nessas eleições.

    Aproveito para pedir, se possível, teu voto também na legenda do PRP para deputado estadual e federal, pois, a eleição de deputados é de fundamental importância para realizarmos nossas propostas políticas.

    Fraterno abraço, Aroldo Medina.

    ResponderExcluir
  3. Pra poder prender os bandidos, tem que primeiro construir mais presídios.

    O senhor tem algum projeto a respeito desse assunto?

    Ps 1: Gostei de saber que o seu partido defende a segurança pública e educação como prioridades.
    Ps 2: Gostei da sua participação no último debate.

    ResponderExcluir
  4. Prezado Moderador,

    Saudações! Defendo a construção de novos presídios no RS. São necessários. O governante a ser eleito precisa ser mais determinado na execução dessa proposta, combatendo a burocracia no processo de construção de novos estabelecimentos prisionais, sem ferir os preceitos da Lei 8.666.

    Eu nomearia uma comissão executiva técnica, junto ao gabinete do governador, com poder delegado espefífico para executar com agilidade um programa para construção de cinco novos presídios no RS, um em cada uma das seguintes regiões: metropolitana, central, serra, fronteira oeste e missões.

    Tens razão em focar esta questão, pois, creio que o maior motor do crime no Brasil é a impunidade.

    Obrigado também por seu posicionamento e avaliação de nosso desempenho no último debate. Encoraja-me a ir em frente. Cordial abraço!

    ResponderExcluir