sábado, 31 de março de 2012

Aniversário: 48 anos de vida.


Eu, com um ano de idade, em 1965, bem feliz da vida, como toda criança nessa idade.

Entre as histórias interessantes da minha infância, lembro da minha mãe contando que fui "escoltado" para o hospital de Santana do Livramento (RS), horas antes do meu nascimento.

Era madrugada de 31 de março de 1964, fronteira de Livramento (Brasil) com Rivera (Uruguai). Minha mãe sentiu que eu estava chegando. Meu pai estava na estrada, viajando de São Gabriel para Livramento. Papai encontrou uma barreira do Exército, no meio do caminho. Não passou porque tinha um jipe. O jipe foi classificado como "carro de combate" e meu pai teve que voltar para São Gabriel, a fim de arrumar outra "condução".

Enquanto isso, em Livramento, minha vó materna, Natália, pedia socorro nos vizinhos e não obtendo ajuda, pois, estavam todos trancados dentro de casa, com medo da revolução, passou a correr pela avenida Centenário, tentando arrumar um carro para levarem minha mãe até o hospital.

Lá pelas tantas, avistou um brigadiano, como são conhecidos os policiais militares gaúchos. "Voou" até ele e pediu sua ajuda. Prontamente o policial atacou um "auto de praça" que ia passando e determinou ao motorista que aguardasse, pois, iria levar uma moça grávida até o hospital. Minha mãe estava com 28 anos, na ocasião.

Algumas horas depois, o parto foi normal. O doutor Adolfo Del Rio, minutos antes da minha mãe dar à luz, disse para ela: "Calma! Daqui há pouco, "nós três" vamos tomar o chá das quatro, juntos". Pontualmente, sai da barriga da minha mãe, às 16 horas da tarde. Só não me lembro de ter tomado esse chá.

A primeira visita que recebi no hospital foi do meu pai, acompanhado do seu supervisor de vendas, da empresa Gessy Lever.


Depois de completar um ano de idade, saímos de Livramento e fomos morar em Pelotas (RS), onde comemorei com grande festa, meus 2 anos de idade. Todos meus amigos compareceram. As fotos guardam as lembranças desta época.

Meu primeiro grande presente nesta vida, recebi de Deus, ao lado de toda sua Corte Celestial. Pais muito presentes que sempre me deram muita atenção, amor e carinho, educação e estudo.

Compartilho com todos meus amigos e visitantes desse espaço no mundo virtual, os melhores sentimentos e boas energias espirituais, ao lado do meu sincero agradecimento a todos, pelos votos de felicitações, saúde e paz que já tive a graça de receber hoje. Deus abençoe a todos meus familiares, amigos e amigas que me saúdam nesta data querida.

Um grande abraço e beijo a todos,

Aroldo.


Meus pais (Ivo e Nilva), ao lado dos pais da minha mãe (Carlos Augusto e Natália), em 25 de março de 1963, na festa, após o casamento realizado na Igreja Nossa Senhora de Loudes, bairro Azenha, em Porto Alegre (RS).


Cartão recebido hoje, enviado pela aluna Juliana de Oliveira, em nome dos alunos que compõe o Esquadrão de Cavalaria do Colégio Militar de Porto Alegre. Eu e minha filha Natália que é fã de cavalos, adoramos o cartão personalizado.

Muito obrigado a você, Juliana e a todos teus colegas. Sucesso nos estudos e no grêmio de cavalaria.

Um comentário:

  1. Nosso aniversário é a data da nossa felicidade!

    Nesse dia podemos sonhar e fazer planos
    com bastante energia, para torná-los realidade,
    mesmo com todas as dificuldades e obstáculos diante da nossa vida. É dia de começar algo novo e de renascer.

    É dia de ouvir as pessoas que nós mais amamos, cantando aquela música... "Parabéns pra você, nesta data querida, muitas felicidades, muitos anos de vida!!! É big é big é hora é hora é hora... Aroldo Médina *---* !!!

    Então papai, quero te desejar toda a felicidade do mundo! Agradecer por você estar comigo, por ser tão presente na minha vida. Por ser meu grande "paitrocinador" oficial. Por me ajudar, em tudo: na educação moral e espiritual, na formação dos valores do meu caráter e do fortalecimento da minha fé em Deus e no Mundo Espiritual, nos estudos, nas horas em que patino nas palavras e tu passa a ser meu relator oficial (hi!hi! hi!)sempre disposto a conversar comigo e sempre dando um bom exemplo de pai.

    Eu te amo e muito! E quando a gente ama uma pessoa, a gente ama suas qualidades e aprende com os seus defeitos. Ama ela pelo o que ela é!

    E eu te amo do teu jeito! Teu jeito de ser pai muito presente na minha vida, com meu jeito Natália de ser; teu jeito "Discovery" de ser; teu jeito sincero de ser, teu jeito tranquilo de ser!

    Parabéns! Hoje é o teu dia! Muita saúde e paz.

    Deus e Jesus estejam sempre contigo te protegendo e te iluminando, te concedendo a graça de alcançar a cura que estas buscando no Mundo Espiritual.

    Tua filha que te ama muito mesmo. Natália.

    ResponderExcluir