sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Perda de celular. Celular perdido no aeroporto.

No "corre corre do dia dia" perdi o aparelho telefônico do meu celular ontem. Foi a primeira vez que isso aconteceu comigo.

Só me dei conta da perda, uma hora depois de extraviar o aparelho. A primeira coisa que pensei é que tinham me roubado o telefone.

Fui no último local onde estive e não o encontrei. Ai fiquei pensando de onde eu iria ligar para o aparelho. Não demorou e o atendente da loja onde perguntei se tinha deixado lá o meu telefone, apareceu na janela da camioneta onde eu estava e me ofereceu o seu telefone para eu ligar. Aceitei a gentileza. Meu telefone chamou até cair a ligação. Peguei um papel, tomei nota do telefone da minha filha e alcancei para o atendente, pedindo que se alguém ligasse para o seu telefone, ele fornecesse o telefone da Natália, informando a situação. Nos despedimos.

Liguei a camioneta para sair e vem o moço da loja, ligeiro, já me alcançando o seu telefone e dizendo que meu número estava chamando. Atendi falando que eu era o dono do celular. No outro lado da linha uma moça disse que havia encontrado meu telefone no aeroporto Salgado Filho e que o deixaria no Setor de Informações. Desligou sem que eu pudesse agradecer seu gesto.

Cheguei no aeroporto uma hora depois de receber a ligação da moça. Era horário de pique: 18 horas. Fui no balcão de informações da INFRAERO. Informei a situação. Procuraram e encontraram meu celular. Preencheram uma ficha de protocolo de devolução do aparelho com meus dados pessoais. Assinei o recebimento e recebi meu aparelho de volta. 10! Bem organizados na devolução.

Como recebi meu aparelho desligado, questionei o procedimento. A reposta da atendente foi que todos os aparelhos celulares perdidos no aeroporto que são entregues no seu setor são, instantaneamente, desligados.  Perguntei então, como o proprietário do aparelho telefônico perdido e entregue no seu setor, ia saber que seu aparelho estava ali, se ele era desligado? A resposta da atendente: "- Não estamos aqui para atender telefone celular perdido. São pelo menos três aparelhos entregues aqui, todos os dias". E, acrescentou que iriam ficar "loucas" só atendendo os telefones perdidos.

Tive sorte em saber onde meu celular estava porque alguém fez a gentileza de ligar para o telefone que usei para tentar saber onde estava meu aparelho, antes de entregá-lo na INFRAERO. E os outros que não tiveram esta sorte?

Minha sugestão é que a INFRAERO repense esta conduta (desligar o telefone) e faça uma gentileza as pessoas que usam os aeroportos, mantendo-os ligados, no mínimo, por um período razoável que o proprietário do telefone possa localizá-lo ou então o pessoal da INFRAERO faça a gentileza de uma ligação para o telefone da última chamada recebida que ficou gravada na memória do aparelho, perguntando se conhece a pessoa que fez a chamada e se pode avisá-la onde esta o telefone perdido. Será pedir demais?

Aroldo Medina.

Algumas dicas em caso de perda de telefone celular

Recursos tecnológicos perda ou roubo de celular

Um comentário:

  1. Para mim é a palavra "sorte", que melhor defini esta situação! Pois, nos dias de hoje se você perder algo fora da sua casa é só com ela que você pode contar.

    ResponderExcluir