quarta-feira, 28 de julho de 2010

Breve histórico e perfil da candidatura.


Insatisfeito com o cenário político em nosso Estado, aceitei convite do coronel de infantaria do Exército Brasileiro, Sérgio Sparta, para concorrer ao governo do RS.

É a segunda vez que concorro à governador. A primeira vez foi em 2002 quando fizemos juntos quase 100 mil votos. Doze candidatos disputaram o pleito.

O coronel Sparta, meu candidato à deputado federal nesta eleição, nº 4411, fundou o Partido Republicano Progressista no RS, na semana Farroupilha do ano passado.

É um partido novo e, por ser novo, tem a vantagem de poder agregar pessoas qualificadas do quadro de funcionários do Estado e da própria iniciativa privada para compor um novo governo.

O PRP reúne pessoas integras, descontentes com o tipo de política que estamos acostumados a conviver. Convidei o Ariel, meu colega de trabalho, policial exemplar, para me acompanhar neste projeto, como nosso candidato à deputado estadual, nº 44.222. Se não reagirmos tudo continuará como está.

Em resumo, defendemos o liberalismo, respeito aos direitos humanos e a propriedade, manutenção do Estado democrático de direito, da lei e da ordem, economia de livre mercado, sem aumento de impostos e sem descuidar de programas sociais, entre eles: escolas regionais de turno integral, com cursos profissionalizantes.

Em minha nova campanha, defenderei com força total, combate rigoroso a criminalidade, a violência e a corrupção, ao lado da defesa incondicional de maior orçamento para educação.

Quero um governo caracterizado pelo respeito ao cidadão e a participação das pessoas. Administração pública inteligente realizada com disciplina militar, fiscalização rigorosa de obras e serviços públicos, com acentuado controle de despesas. Valorização do funcionário público com melhor salário na educação e segurança pública e, investimento regular em sua formação e treinamento.

Na saúde não vamos improvisar. Foco em medicina preventiva e assistência médica planejada, gestão com mais tecnologia e inteligência. Hospitais e postos de saúde com informações integradas e prontuário eletrônico do cidadão, a ser implantado de maneira gradual.

Para desenvolvermos estas e outras políticas de governo e de Estado preciso do teu voto e, sendo merecedor da tua confiança, a multiplicação dele, passando para os contatos da tua mala direta, esta proposta de trabalho integrado.

Cordial e forte abraço,

Aroldo Medina.

2 comentários:

  1. Medina
    tenho te acompanhado a algum tempo.
    Acredito na tua proposta, vamos seguir em frente.

    Abraços
    Ricardo Marques

    ResponderExcluir
  2. Ricardo, agradeço a confiança e o incentivo. Aumenta minha responsabilidade política e, principalmente, no aspecto moral e espiritual. Fraterno abraço, Aroldo.

    ResponderExcluir