terça-feira, 7 de julho de 2009

O Recreio


O Recreio é uma filmagem espontânea, realizada na Escola Estadual de Ensino Fundamental RGS, localizada no distrito de Santo Amaro, no município de General Câmara (RS). Fazíamos uma vistoria nas instalações da Brigada Militar existentes na cidade. O Comandante da BM, em General Câmara, o tenente Quintana visitou o Departamento de Logística e Patrimônio da BM, em Porto Alegre, para pedir reformas no velho prédio da extinta RFFSA que a BM ocupa na cidade. Após um longo dia de trabalho, o tenente Quintana nos levou para conhecer o distrito de Santo Amaro, um ponto turístico de General Câmara, de histórica fundação portuguesa. Após visitar a Igreja local e as ruínas de um antigo fortim, descobrimos a Escola de Ensino Fundamental Rio Grande do Sul. Era hora do recreio e as crianças, ao verem que filmávamos a localidade, ficaram eufóricas e, naturalmente, não podíamos frustrar sua expectativa em participar de nosso "proto-filme". Assim, produzimos "O Recreio", 11 minutos de boa diversão e um modesto tributo às crianças que encantam nossa vida com sua pureza e simplicidade. General Câmara, 18 de junho de 2009. Aroldo Medina.

2 comentários:

  1. No mundo real, quem são os nossos heróis? Que valores esses personagens de carne e osso encarnam?
    Talvez o nosso herói seja o craque que ganha a Copa do Mundo. Forte e pleno de saúde. Pulmões abastecidos, ele corre pelos quatro cantos do gramado atrás de uma bola, defende, ataca, arma jogadas e faz gols. Levanta as taças dos mais importantes torneios do mundo e nos faz feliz, mesmo que por breves instantes... Alguns deles até mesmo se dedicam a nobres causas sociais, fundam instituições de amparo a pessoas carentes...
    Alguns acreditam que os nossos heróis são os soldados ou os policiais. Há aqueles que dizem que são os bombeiros. Todos eles homens valentes que no cumprimento de seu dever se arriscam e salvam vidas, combatem inimigos poderosos, mantêm a ordem.
    O herói também pode ser um pai de família. E aqui, vai um relato pessoal: Hoje, quero de verdade escrever algo super especial, um super herói da minha época de infância, que nem mesmo o distanciamento causado pelo tempo foi capaz de apagar este marco referencial para o meu corpo e espírito. Pessoa, a qual me espelho e não me envergonho quando confesso plagiar várias de suas qualidades deste super herói, com ele aprendi a humildade, a honestidade e na mais tenra infância a respeitar e exigir respeito. Com o decorrer dos anos como era de se esperar minha estrutura mental foi se solidificando, pavimentando e com o passar de cada dia me tornara um ser mais contestador da vida e dos aprendizados durante o cotidiano. Obrigada Pai!

    ResponderExcluir
  2. Clarisse, obrigado por teu comentário e participação neste espaço! Nos faz pensar sobre cada frase que escreveste com muita sabedoria. Ter os pais como heróis e, por conseqüência, como modelos de boa conduta, certamente nos daria uma sociedade muito mais humanitária e fraterna. Lendo teu texto, lembrei de um antigo provérbio: "-É na educação dos filhos que os pais revelam suas próprias virtudes". Temos muito orgulho de tê-la como nossa colega na BM. Ganha a sociedade gaúcha com uma soldado tão qualificada e com uma conduta profissional exemplar. Uma continência caprichada, major Medina.

    ResponderExcluir