terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

A pedreira que virou um lago.




A propriedade da BM em Passo Fundo tem uma pedreira. O local foi explorado pela mineradora ERGO entre 1984 e 1996. Muitas ruas e estradas na região de Passo Fundo foram construídas com pavimento oriundo desta pedreira.

Mas o progresso tem o seu preço. Os vizinhos da pedreira não sentem saudade desse tempo. Explosões, pó de brita, poeira da estrada, o ranger do motor das máquinas de extração e dos caminhões da mineradora transitando para cima e para baixo roubavam a paz dos moradores do local.

O professor universitário Péricles Saremba Vieira, morador da rua Padre Réus que faz divisa com a pedreira, ainda lembra o local dos buracos no seu telhado atingido pelas pedras que voavam depois das explosões do maciço rochoso.

A pedreira virou um lago. Um lago de grande profundidade entre as rochas. Mais de 70 metros, segundo afirmam os moradores que conhecem o local. Indiferentes ao perigo, encontrei meninos se refrescando na água limpa e azulada da pedreira. Afirmam saber que o local é fundo, mas garantem que só tomam banho na "beirinha" e os seus pais sabem que estão ali.

Os bombeiros da BM que atuam na região usam o local para treinamento de mergulho. Sonham em transformar a área num Centro de Instrução permanente. O entorno da pedreira tem vocação para abrigar também uma célula de policiamento ambiental.

Nenhum comentário:

Postar um comentário