sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

A primeira viagem independente da Natália.




Hoje a Natalia fez a sua primeira viagem independente. Embarcou para São Gabriel, na Rodoviária Central de Porto Alegre, às 12:30 horas. Foi no Executivo da Planalto, bem acomodada na poltrona número cinco.

Quando fiz minha primeira viagem sozinho, sem o meu pai e a minha mãe por perto, eu tinha uns 15 anos. Isto foi em 1979. "Viajei" de Canoas para Porto Alegre. Não recordo bem o que fui fazer na capital. Tenho uma vaga lembrança de que era uma consulta no dentista. Coloquei até paletó e gravata para tão importante "rito de passagem".Um ato de independência, confiança e responsabilidade.

Achando-me homenzinho, botei o pé na estrada, com o coração saindo-me pela boca. Fiz questão de pegar o "Executivo" da época que não tinha ar condicionado. Um micro ônibus da VICASA que fazia o trecho Canoas - Porto Alegre direto, assim que todos os lugares estivessem ocupados. O "Romeu e Julieta" da mesma empresa que fazia o transporte da classe trabalhadora e estudantil, onde eu me incluía, ia "largando gente pelo ladrão". Então peguei o Executivo para me "sentir" mais importante.

Fico imaginando os pensamentos da Natália em sua primeira viagem. Foi bem recomendada: não desembarcar do ônibus até a chegada em São Gabriel e usar o banheiro somente dentro do veículo. Até usou uma camiseta da Brigada para espantar os bruxos que pudessem aparecer no seu caminho. Prevenir é melhor do que remediar!

Às 17:15 horas chegou, sã e salva, na rodoviária da Terra dos Marechais. Uma comitiva gabrielense, liderada pela prima Giselda Moreira Medina, já lhe aguardava há quase uma hora. O ônibus atrasou, para variar.

Um grande abraço a todos os gabrielenses, povo da terra do meu pai Ivo Medina, de saudosa memória, lugar de onde guardo as recordações mais caras de minha infância e adolescência.

Aroldo Medina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário