quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Memória de um dia para não esquecer na história da BM






O jornalista gaúcho Giovani Grizotti descobriu um grande furo de reportagem ao constatar a falta de controle na venda de uniformes da PM em algumas organizações policiais militares do Brasil, inclusive na BM. Com a coragem que lhe é peculiar, Grizotti não se limitou a comprar os fardamentos da BM. Resolveu vestir a farda, prerrogativa legal apenas de policiais militares verdadeiros e testar até o controle de acesso no QG da BM. Desfilou livremente pelos corredores do nosso Quartel General, em Porto Alegre, sem ser incomodado. Escancarou nossas vulnerabilidades para o Brasil todo. É um grande jornalista.

A matéria da reportagem é legítima. Autêntica. Embora motivada pelos melhores propósitos de um excelente repórter, dá munição para aqueles que se aproveitam de uma tragédia moral para desrespeitar policiais de verdade. E esta conseqüência é reforçada na capa de um dos jornais de maior respeito e circulação no Estado do RS, o Diário Gaúcho que veiculou a seguinte chamada em sua capa: "Qualquer um compra farda da BM".

Além de ser apresentada no programa Fantástico da Rede Globo, dia 30 de agosto, a matéria produzida pelo Grizotti foi amplamente divulgada pela Rádio e TV Gaúcha e pelos jornais Zero Hora e Diário Gaúcho, no dia 31 de agosto do corrente ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário